segunda-feira, março 31, 2008

Agora é oficial Cefet Campos se transforma no Ifet Fluminense

A Escola de Aprendizes e Artífices da rua Formosa, criada em 1909, viveu décadas assim, até ser transformada nos anos 40, na Escolta Técnica de Campos que depois incorporou o Federal no nome, significando o nível de governo que se responsabilizava pela sua gestão.

Na década de 60 acompanhando o crescimento da cidade, logo depois de criar seus primeiros cursos técnicos, foi para o Parque Dom Bosco. Assim ficou até o final da década de 90, quando próximo, à passagem do século e do milênio, mais precisamente em 1999, se transformou no Centro Federal de Educação Tecnológica, o Cefet Campos.

Agora em 2008, o MEC oficializa a expansão já vivenciada com unidades implantada e a implantar em cinco diferentes municípios, quando perderá o nome do município, mas ganhará o status de um Instituto Fluminense de Ciência, Educação e Tecnologia.

O ato oficial desta transformação é até agora a publicação de uma Portaria divulgando o resultado de uma Chamada Pública MEC/SETEC n.º 002/2007. Esta Portaria número 116, de, hoje, 31 de março de 2008 (veja aqui) pautará a elaboração do Projeto de Lei de constituição dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia.

O INSTITUTO FEDERAL FLUMINENSE é oriundo do processo / documento Nº 074832.2007-47. Junto outros 24 Cefets ou Escolas Técnicas ou Agrotécnicas ganharam este status de Instituto. Outros oito tiveram suas propostas aprovadas, mas precisarão de adequações, antes do ato de oficialização da transformação.

Parabéns, aos seus dirigentes, docentes e servidores. E, que novos desafios e novas e eficientes políticas públicas sejam implantados a favor da população de nossa região e do interior de nosso estado. Sigamos em frente!
PS.: Bom providenciar sua nova logomarca em substituição à do lado que entra para a história.

O duelo continua

Agora às 18 horas a rádio Band FM 96,1 de Campos colocará no ar mais do duelo Garotinho x Bacellar. A rádio ouviu hoje durante o dia um e outro que chutaram o balde alheio. Clique aqui e ouça mais do duelo. Atualização às 18:30: O programa é o Band Notícias com Carlos Alfredo e Clícia Cruz. O repórter que ouviu os dois foi o Leandro Nunes.

Números & números: 10 mil fantasmas?

A cada momento se fala num número sobre os funcionários recadastrados da prefeitura. O blog prefere ouvir o número, do próprio novo secretário de Administração, Licínio Corrêa. Agora no final da manhã circulou a informação de que os recadastrados foram dez mil a menos, do que os que estariam recebendo das três fundações. Mais precisamente foi ouvido que os recadastrados seriam 15.806 trabalhadores. É fantasma demais para uma cidade que cada vez está mais assombrada com o que vêm à tona.

Mais um blog

Este blog recebeu agora a informação de que um tal de Cougar está com um blogRola no Calçadão” com notas sobre o que dizem no Boulevard Francisco de Paula Carneiro, o Calçadão no centro de Campos. Assim ele se apresenta: “É no Boulevard Francº de Paula Carneiro - o Calçadão - em Campos dos Goytacazes (RJ), que boateiros e "analistas" de plantão discutem e fazem diagnoses sobre o chifre que o corno ao lado levou, política, economia, esporte e outros assuntos menos louváveis. É dali que, mais cedo ou mais tarde, tais boatos vêm ou não se confirmar. De qualquer forma, "Ladies and Gentlemen", apertem seus cintos e saibam, a partir de agora, o que dizem por aí...” Quer conhecer? Clique aqui e veja "O que dizem".

BR-101: sofrimento permanente

O blogueiro com compromisso no final de semana no Rio sofreu mais uma vez na ida e volta nesta estrada. Ainda mais com audição dos programas radiofônicos. Sobre a estrada, o grupo espanhol OHL que constituiu a empresa concessionária Autopista Fluminense, vencedora do leilão de concessão deste trecho da BR-101, fez um alvoroçozinho quando assinou o contrato, mas já se começa a desconfiar que fora o que estiver no contrato e se não for muito cobrado, a tendência, como se diz na gíria é fazer apenas para o cafezinho e faturar.

Hoje, já se vê pouca ou nenhuma pessoa trabalhando na pista. Como o asfalto original já está muito ruim, qualquer chuvinha e lá vêm os buracos e as crateras. No trecho, mais ou menos entre os quilômetros 160 e 220, antes e depois de Casimiro de Abreu, o negócio está bravo. Passa a sensação, que o negócio é ir enrolando o usuário, na véspera da entrada dos cinco pedágios em funcionamento, dão uma melhoradazinha, começa a arrecadar e...

O fluxo de veículos, especialmente caminhões crescem em proporções cada vez maiores. É comum os comboios destes, provavelmente por questões de segurança, já que o roubo de cargas continuam se alastrando. O policiamento é limitado e ineficiente. Acidentes e prejuízos também aumentam e cadê a OHL? Será que estes espanhóis desconfiam dos brasileiros iguais à turma da alfândega Madrilenha?

Fontes paulistas informam que é o grupo da Gol são os parceiros brasileiros da OHL espanhola. Se confirmada a história estaria aí, uma boa explicação: no fundo eles estariam mesmo é interessados no retorno do tráfego aéreo, embora a empresa do Sr. Nenê ainda não use o nosso aeroporto Bartolomeu Lysandro. Veja ao lado e abaixo as fotos feitas ontem no trecho citado acima.


O duelo continua!

Campos merece coisa melhor. A exemplo dos tumores é bom que os males venham a furo, que os esquemas sejam desvendados até para que se crie antídotos e mecanismos de prevenção a este quadro. A podridão é grande. É possível que a população comece já a perceber que os contendores podem ter, ambos as suas razões e quem sabe a querer algo novo. Campos merece algo melhor! O presidente da Câmara Municipal de Campos, o vereador Marcos Bacellar, hoje pela manhã deu entrevistas a diversas rádios e jornais falando sobre o que chama “os podres de Garotinho”. Entre outras coisas disse que o vereador “o vereador Edson Batista me procurou domingo, antes da Operação Telhado de Vidro para negociar cargos na prefeitura. Ele já sabia da operação e queria quatro secretarias caso eu fosse empossado no lugar de Mocaiber. Ele deu a entender que um delegado da PF estaria dando essa informações para o grupo de Garotinho”. O blog repete: É possível que a população comece já a perceber que os contendores podem ter, ambos as suas razões e quem sabe a querer algo novo. Campos merece algo melhor!

DEMgue

No Rio de Janeiro, mesmo antes do vento e da chuvinha deste final de semana, já era grande o número de pessoas na rua com camisas de manga comprida e calças, em substituição às saias das mulheres e as bermudas dos homens. O motivo? Aumentar a prevenção contra picada do mosquito já que os repelentes estão difíceis de achar. Porém, o mais engraçado é a piadinha que corre de boca em boca batendo no alcaide carioca. Embora a doença seja uma epidemia em todo o estado, na capital ela já é chamada de DEMgue. Fecha o pano!

domingo, março 30, 2008

UFA! Chega! Campos não merece!

Campos merece algo diferente desta polarização. Tá na hora de se buscar algo novo. Gravação feita por um colaborador diretamente para este blog, que está evitando mostrar toda a polêmica. Chega! Queremos mudança!

Secretário estadual de Saúde visita Campos e anuncia tenda de hidratação

O secretário estadual de Saúde Sérgio Côrtes esteve hoje de manhã na cidade e anunciou a instalação de uma tenda de hidratação, no estacionamento do Centro de Referencia da Dengue, ao lado do Hospital dos Plantadores de Cana, para ajudar no atendimento dos doentes que procuram atendimento. Anunciou também o aumento do contingente de bombeiros militares no trabalho de combate que é feito de casa em casa. O número de soldados vai aumentar de 50 para 300, além dos funcionários do CCZ.

O secretário foi recebido no aeroporto pelo prefeito interino, Roberto Henriques que acompanhou toda a visita do secretário desde o aeroporto ao Centro de Referência contra a Dengue instalado junto ao Hospital dos Plantadores de Cana.







PS.: Informações e fotos de Hugo Prates. (atualizado 23:16)

Redução do consumo confirmada

O próprio presidente da CDL Campos acabou comentando em seu artigo, ontem, que a redução do consumo em Campos é da ordem de 20%. Na verdade, os lojistas não querem ver estes números divulgados, porque temem que eles gerem, uma reação que aumente ainda mais, o efeito, da já gritante queda, no movimento do comércio local. Quem acompanha mais diretamente estes números diz que nos dez dias que se seguiram ao fatídico 11 de março, a redução das consultas ao SPC foi de mais de 20% e a do valor das compras, quando comparado, ao mesmo período do ano passado, da ordem de 30%. Pelo andar da carruagem é provável que a tendência seja de estabilização dos números, mas no patamar atual e não mais naqueles antigos.

Pesquisa eleitoral em Campos

Neste final de semana, ontem e hoje, estão sendo coletadas, as informações de uma pesquisa de opinião, sobre as intenções de votos, na eleição de outubro, para prefeito encomendada pelo PMDB do município. Não serão muitos nomes postos à prova no partido e há quem acredite que o resultado poderá ser, desde já, o definidor da batida do martelo.

Assassinato no Parque São José

Quem manda a informação é o colaborador e também blogueiro Fabiano Seixas Sepé:

“Prezado Roberto, segue em anexo as fotos do corpo do jovem de aproximadamente 25 anos que foi assassinado na noite de ontem no Parque São José, segundo informações apuradas no local, o jovem foi alvejado por 3 tiros de pistolas nas costas, enquanto dirigia uma motocicleta do tipo Biz. O fato aconteceu próximo a lanchonete O Rei do Lanche, na rua Nazário Pereira Gomes.

Até às 23 horas o corpo ainda não havia sido identificado. Cabe ressaltar que os últimos assassinatos naquele bairro, aproximadamente 12 homicícios, estão ligados ao tráfico de drogas. Infelizmente perde muitos amigos de infância para as drogas. Morre mais jovens no meu bairro do que nas duas maiores favelas da nossa cidade, a Favela da Baleeira e a Tira-Gosto.
Com muito pesar.
Fabiano Sepé”.
É de se lamentar que os jovens de nossa periferia estejam seguindo, o mesmo caminho daqueles das grandes metrópoles, quando se poderia com esporte e cultura estar oferecendo alternativas diferentes.

Ainda sobre história de Campos

A perda de territórios de Campos que se tornaram municípios novos municípios na região norte fluminense é antiga, apesar do município ainda ser, um dos maiores em área do país, com 4.040 Km². Antes da perda da área de Italva e depois de Cardoso na década de 70 e oitenta do século passado, Jorge Renato conta em seu livro“O Ciclo do Açúcar em Campos” que "a partir de 1846, Campos perdia o território de Macaé. Em 1850, o de São João da Barra e em 1870, o de São Fidélis”.

sábado, março 29, 2008

Acidente na ponte de Ururaí na BR-101

Um gol vermelho, de placa KYC-0941 que estaria sendo dirigido, por um policial morador na localidade também de Ururaí, de nome Luciano, perdeu o controle do veículo ao sair da pista no final da curva e bateu na estrutura da ponte sobre o rio Ururaí na BR-101 próximo à Campos. O acidente teria acontecido durante a madrugada e deixou o motorista ferido e o carro bastante avariado pela pancada na estrutura de concreto da ponte. O blog não se sabe se a vítima estava sozinho no momento que dirigia o veículo quando sofreu o acidente.

Há um bom tempo, desde que o trevo da estrada dos Ceramistas foi construído, depois da curva e antes desta ponte que o local, deixou de ser ponto de acidentes sérios como no passado.

Especial: a viagem de helicóptero dos EUA à Bacia de Campos

Os assuntos relacionados à produção off-shore e suas diversas nuances ainda são de conhecimento de muito pouca gente que não seja do ramo. Os interesses, normalmente, só se voltam para o assunto, nas oportunidades das inaugurações de novas plataformas ou, nas ocorrências de acidentes. Fora daí, este imenso mundo é algo que quase só os petroleiros conhecem, mesmo que influencie e tenda pelos cenários futuros das novas descobertas da camada de pré-sal e outras, ser, cada vez mais, a atividade econômica de mais relevante para nosso país e, de forma anda mais especial, para a Bacia de Campos. Este foi o motivo que norteou a decisão do blog, com o auxílio dos comandantes Silvio e Renato Clark que atuam pilotiando helicópteros no transporte de petroleiros na Bacia de Campos, mostrar o recebimento de uma nova máquina na fábrica nos EUA e sua longa viagem até à Bacia de Campos. Veja aqui as notas já postadas no blog sobre o assunto: (28/03/08 e 25/03/08)

Informações recebidas agora sobre o trabalho na Filadélfia especialmente para o blog:
"Hoje, finalizamos a parte operacional (manutenção e vôo) de recebimento da aeronave,o que foi comemorado com um jantar oferecido pelo fabricante, num restaurante muito agradável, na Philadelphia, as margens do Rio Delaware. Devido ao valor expressivo do negócio (quase US$ 8.000.000,00), o tratamento recebido aqui tem sido o melhor possível, com nossos anfitriões desdobrando-se em fazer com que tudo saia da melhor maneira possível.

O sábado e domingo serão livres, sem agenda de trabalho. Provavelmente aproveitaremos para visitar New York no sábado e conhecer a parte histórica da Philadelphia no domingo.

Se as condições meteorológicas permitirem, estaremos iniciando nossa viagem de volta na terça pela manha.
Um grade abraço,
David.”

Ainda a faxina

O professor e também blogueiro fez questão de mandar para este blog, a sua varrida no esporte local. Disse ele no e-mail:

"Na condição de articulista do blog mais lido em Campos, na verdade um modelo, mando este artigo para que após sua avaliação, possa ser publicado no seu Blog, para que tenha maior visibilidade. Desde já agradeço".
Prof. Vitor Augusto Longo Braz

Vitor começa assim seu artigo:

Dia da faxina
"Como previamente deliberado pela Rede Blog, hoje é o DIA DA FAXINA. E, dessa forma, não podia, como não deveria, ficar alheio, diante de tanta limpeza que precisa ser feita, nas mais diversas áreas e setores da administração pública municipal".

"Para fazer a minha "faxina" escolhi como objeto da minha "ideologia de limpeza", o esporte, numa forma de fidelizar um pouco mais a temática do nosso Blog, o esporte e a cidadania em nosso município".

"Responda para você mesmo leitor: qual foi o último final de semana em que você foi ao estádio de futebol em Campos para ver um grande jogo, ou uma grande estrela de um time, dito grande pela imprensa. Quando foi a última vez que você foi ao ginásio público municipal ver uma disputa de futsal, de voleibol, de basquetebol ou de outra modalidade esportiva qualquer. Desculpe-me, caro leitor, pela idiotice da pergunta. Como você poderia ter assistido essas disputas, se nossa querida cidade não dispõe de um ginásio público. A resposta, dessa forma, é óbvia: você nunca assistiu uma disputa qualquer num ginásio municipal, pois sequer temos um".

"Quando foi que tivemos o privilégio de ter uma equipe de atletismo com atletas corredores, saltadores, arremessadores, triatletas, etc. Desculpe-me, mais uma vez a imbecilidade da pergunta. Com certeza, você nunca tenha visto, pelo simples fato de que Campos, uma cidade de 500 mil habitantes e um orçamento privilegiado de aproximadamente R$ 1 bilhão e meio de reais, não possuir sequer uma simples pista de atletismo".

Leia aqui o restante do artigo.

sexta-feira, março 28, 2008

Primeiras conseqüências da decisão do TRF-RJ

Com a derrota de Mocaiber, em seu recurso no TRF-RJ, as suas chances também se reduzem, em novo recurso que deverá impetrar com pedido semelhante à instância superior, em Brasília. Com isso, do outro lado, o prefeito interino ganha autoridade diante da perspectiva de permanência por mais tempo no cargo. Será natural que novas nomeações sejam efetivadas. Também vai se tornando corriqueiro a divulgação antecipada, pelo ex-governador Garotinho, de tudo que se passa na prefeitura de Campos. O nível do alinhamento do prefeito interino com o ex-governador será confirmado amanhã no programa semanal deste último. A tendência de quem será a (o) candidata (o) do PMDB de Campos, também será amanhã evidenciado, não só no programa radiofônico, como também na reunião que o PMDB de Campos organizará amanhã, às 16 horas, com a sua militância, em sua sede na rua do Ouvidor. Crescem pela cidade, os comentários sobre as possibilidades do ex-prefeito e atual deputado federal, Arnaldo Vianna desistir da disputa em outubro próximo. Junto a tudo isso aumenta o descontentamento de que o PMDB e o grupo do ex-governador seja a única alternativa viável na eleição municipal em Campos.

Faxinão ou abandono?

O blog viu ontem, um aterro com lixo e “resíduos sólidos” sendo feito, não se sabe, se com ou sem autorização, às margens da estrada do Carvão, próximo, ao trevo da estrada dos Ceramistas. Como pode ser visto nas fotos, um caminhão da empresa Norplan Engenharia, que se apresenta na internet (aqui) como especializada em “Coleta e Reciclagem de Resíduos Sólidos da Construção Civil” despeja caçambas em um terreno alagado com os resíduos sendo espalhados até sobre o leito da estrada.

Daí a pergunta: abandono ou faxinão? O blog não está confundindo o tema de comemoração dos 173 anos de transformação de Campos da condição de Villa de São Salvador à categoria de cidade, mas, as circunstâncias conturbadas da cidade é que vão conduzindo às confusões.

Passou o rodo!

Mais que faxinão, o caderno “Mais Cultura” do jornal Monitor Campista passou o rodo, em tudo o que de boa qualidade poderia ser publicado hoje, sobre os 173 anos de elevação de Campos, da condição de Villa de São Salvador, à categoria de cidade. Excelentes fotos de Wellington Cordeiro, muito boa pesquisa histórica, inclusive da polêmica sobre a data real de aniversário da cidade, poema, artigo e matéria sobre o Mercado Municipal.

Assim, o Monitor que vem lá de trás fica cada vez mais na frente dos outros dois. Passou o rodo e a régua. Faxinão geral! Se você não é cadastrado, se cadastre e leia aqui a versão on-line.

Recebimento do helicóptero e preparativos para viagem dos EUA para a Bacia de Campos

Nosso blog informou aqui na terça-feira, 25 de março, que durante dez dias, acompanharia a viagem do piloto, Renato David Clark de Aquino dos EUA, mais precisamente da Filadélfia, no estado da Pensilvânia, nos Estados Unidos até a Bacia de Campos. Pois bem, as primeiras notícias chegaram:

Ontem, quinta-feira, 27 de março, o Renato David, o comandante Clarck mandou as primeiras notícias e fotos:

“Finalmente consegui chegar até o destino final,a cidade de Exton, na Pensilvânia. O vôo de conexão foi cancelado, e depois de muito custo conseguimos um vôo até aqui, via Atlanta (mais 4 horas de vôo do que o previsto). Estamos indo agora até a empresa que está finalizando o helicóptero, para os primeiros contatos e verificação de documentos, etc. Devemos permanecer aqui, no mínimo até sábado ) e após, descer ate Fort Laundardale, na Flórida, para liberação do helicóptero para o translado até o Brasil”.

Hoje, sexta-feira, 28 de março:
“Roberto,
Ontem fizemos os primeiros vôos de recebimento da aeronave. Após extensa e detalhada inspeção por parte do pessoal de manutenção de minha Empresa, fizemos 1 hora de cheques no solo , antes de fazermos uma outra hora de vôo. Os testes seguem uma extensa lista de verificações onde, literalmente, 'e verificado o funcionamento de cada botão, cada tecla, cada disjuntor, etc., num total de mais de uma centena de itens.

Após estas verificações no solo, é feito a checagem dos motores, para compará-los com os gráficos de performance do fabricante, e confirmar se a potência disponível atende àquela prevista nos manuais. Enquanto isso, o pessoal de manutenção verificava cada registro da aeronave, checando a origem e qualidade de cada componente da mesma. Este trabalho desenvolveu-se por todo o dia de ontem. Hoje, se o tempo permitir, continuaremos com os vôos de teste. Não é possível tirar fotos dentro das instalações, por motivos de segurança (esta fábrica também fabrica outros modelos, entre eles os famosos Blackhawk (usados no Iraque e Afeganistão) e os helicópteros utilizados pela Presidência dos EUA). Por isso, fotos aqui são difíceis.


Estou enviando duas: eu e o Cmte. Silvio, na chegada no aeroporto da Philadelphia. E uma minha ao lado do nosso helicóptero (no local onde NÃO pode tirar foto, é claro, rs, rs).
Um abraço, David”.

Homeopatia e dengue

O blog além da entrevista feita sobre a dengue com o médico campista, radicado em Belo Horizonte, José Eduardo Marques, (aqui) aprofunda o assunto, com um artigo do médico homeopata, Dr. Flávio Mussa Tavares que comenta sobre a veiculação de notícias de que a homeopatia poderia exercer o papel de uma espécie de vacina contra a dengue. No e-mail de encamihamento do artigo ele fala: "Roberto, escrevi algumas considerações sobre a Homeopatia e a Dengue. Se quiser pode usar no seu blog, pois a mídia está informando as coisas de modo irregular e você pode divulgar boas informações". O artigo começa assim: "Recentemente tem circulado na imprensa escrita, falada e internet uma informação de que há uma vacina homeopática para a Dengue. Como médico clínico geral e homeopata há 25 anos, preciso fazer algumas considerações com a experiência que ultrapassou de longe a fase "mágica" e adotou o pragmatismo que a dureza da vida e as derrotas, inclusive com filhos e com a neta me impuseram... ... A medicação homeopática não é vacina! Não previne a Dengue! É uma medicação coadjuvante à medicação oficial. Homeopatia não é medicina alternativa, mas complementar. Não é uma opção, mas um auxiliar terapêutico". Leia o artigo "Homeopatia e Dengue" clicando aqui.

Faxina nos hábitos e costumes na terra Goitacá

Bom lembrar que a data é política. Nosso 28 de março é símbolo da elevação da condição de vila à de cidade. Elevação que assumiu a condição de necessitar de maiores cuidados e tratos na gestão da vida em uma comunidade em expansão. Nossa história, porém é bem mais longa e sofrida. Os índios nossos verdadeiros ancestrais, mesmo que muitos de nós sejamos descendentes de outras plagas, passaram, logo depois do descobrimento e das Capitanias Hereditárias, a sofrer as perseguições e a dizimação na luta pelo seu território e pela manutenção da sua cultura. Pois bem, voltando, aos dias atuais, mesmo sem perder a noção de que muito do que hoje sofremos seja, na verdade, conseqüências de outros que imaginaram ter aqui “suas novas Capitanias” é bom que fique claro, que a faxina, a limpeza que se precisa fazer é de hábitos, e métodos, mais até do que de pessoas. Os métodos a serem faxinados são semelhantes àqueles que os portugueses usaram ao espalhar a varíola através das suas roupas infectadas na luta desigual e covarde contra os índios. Métodos semelhantes estavam sendo usados pelos gestores que ultimamente vinham tentando dizimar, os que clamavam pela ética na gestão dos generosos recursos à disposição de nossa prefeitura. Numa coincidência histórica a dengue de hoje se assemelha à varíola de antigamente. Tentaram até o 11 de março espalhar a doença de que não havia jeito fora deste tipo de ação. Pois bem, que façamos justiça à disposição dos guerreiros Goitacás e saibamos limpar a área para novos tempos. Que não tentem apenas remendar o rombo jogando a sujeira para debaixo dos tapetes. Que a história dos nossos índios nos dê a força moral e física para a construção de um tempo que faça justiça aos nossos antepassados que tombaram em combate!

Prisão preventiva e não detenção

O blog antes de comentar sobre o Faxinão reproduz texto do e-mail, do leitor Marcelo Rodrigues, questionado os termos jurídicos em que ele detém os conhecimentos que o blogueiro ignora. Diz Marcelo: "Não entendo os motivos dos eufemismos usados pelo Blog ao se referir aos presos pela Operação Telhado de Vidro, optando erroneamente pela expressão "detidos na Operação Telhado de Vidro". É uma questão jurídica que induz o leitor do blog a erro, afinal, os mandados expedidos pela Justiça Federal são de PRISÃO PREVENTIVA e não de DETENÇÃO". Um abraço Marcelo Rodrigues O blog agradece a intervenção e correção daquilo que, aos olhos do leigo, até pode parecer detalhe, mas que não passa pelo crivo do especialista. Abraço Dr. Marcelo Rodrigues.

"Hoje é dia de Faxinão na Rede Blog"

A coordenação e o texto é do blog Urgente, mas o dia do Faxinão é do cidadão campista indignado com a sujeira espalhada na gestão da prefeitura em Campos". "Neste 28 de março a cidade de Campos comemora mais um aniversário de emancipação. Para marcar a data, a rede de blogueiros do município formada a partir das mobilizações do Dia do Abandono, em 21 de janeiro de 2008, realiza hoje um mutirão de posts com a pauta sugerida de "Faxinão". Veja abaixo a lista dos participantes. Caso seu blog ainda não esteja nela, basta postar comentário em qualquer um dos blogs da rede manifestando a sua intenção em aderir. Também é desejável que você publique um post em seu próprio blog confirmando esta adesão": Blogs participantes da Rede Blog: 1 - A Patuléia do Brejo – Eugênio Soares - http://ce.lemos.blog.uol.com.br/ 2 - Aspectos - Wesley Machado - http://www.aspectos.blog.br/ 3 - Comentários do Cotidiano- Fabio Siqueira - http://fabiosiqueira.blogspot.com/ 4 - Converse com Sérgio Diniz – http://www.sergiodinizescreve.blogspot.com/ 5 - Desenvolvimento de Erros - Sagaz - http://www.sagazcarvalho.net/blog/blog/ 6 - Diário de Classe – Coletivo - http://ddclasse.blogspot.com/ 7 - Eu penso que... - Ricardo André - http://www.ricandrevasconcelos.blogspot.com/ 8 - Geraldo Pudim - http://www.geraldopudim.com.br/blog/ 9 - Imagina - Jules Rimet - http://www.imagina.blogspot.com/ 10 - Leandro Azevedo - http://leandrowebmaster.blogspot.com/ 11 - Luciano Azevedo - http://www.lucianoazevedo.com/ 12 - Luiz Felipe Muniz - http://luizfelipemunizdesouza.zip.net/ 13 - Márcio Fernandes - http://marcioffernandes.blogspot.com/ 14 - Mumunha Futebol Clube – Álvaro Marcos - http://mumunha.blogspot.com/ 15 - Palabrasti - Victor Dahia - http://palabrasti.blog-se.com.br/ 16 - Refúgio do Camelo e do Dromedário - João Ventura - http://joaosucubu.blogspot.com/ 17 - Resta Acima de Tudo - Aucilene Freitas - http://restaacimadetudo.spaceblog.com.br/ 18 - Retrato 3x4 - Wellington Cordeiro - http://retratotresporquatro.blogspot.com/ 19 - Roberto Moraes - http://robertomoraes.blogspot.com/ 20 - Sepé - Fabiano Seixas - http://www.fabianoseixas.blogspot.com/ 21 - urgente! – Coletivo - http://urgente.blogspot.com/ 22 - Ururau Irado - http://ururauirado.wordpress.com/ 23 - Verbo Solto - Fátima Nascimento - http://www.verbosolto.blog-se.com.br/ 24 - Vitor Longo Braz - http://www.blogvitorlongo.blogspot.com/ 25 – Fatos, fotos e afins - Gustavo Rangel – http://fotosfatoseafins.blogspot.com/" PS.: Mandem suas contribuições postando diretamente nos comentários abaixo ou mandando para o e-mail: moraes.rol@terra.com.br

Notícia das dez

Não é o jornal das dez da Globo News, mas o informante do blog, in-loco, no local, como diz um dos mais célebres pensadores da planície, o ex e eterno candidato a vereador Russo Peixeiro, manda as notícias para os leitores o blog: I - O prédio da Justiça Federal, agora, com o andar da Vara Federal, todo iluminado; II - O povo se posiciona na Banca do Luiz e em frente à Catedral, para apreciar os acontecimentos no andar todo iluminado. III - Tá bonito de ver...

quinta-feira, março 27, 2008

Premonição?

Sua vez chegou?

O blogueiro viu hoje, num outdoor duplo, instalado na curva de Donana, indo para a Baixada Campista, uma pichação que pode ser um desejo, uma ameaça, ou apenas uma premonição. Leia, para isso, se necessário clique sobre a imagem para vê-la em tamanho maior e tire você mesmo as suas conclusões.


Até o Dunga falou...

Os sete anões

De um colaborador do blog.

Chegada dos detidos para depor na Justiça Federal em Campos





Fotos de Igor Cesar.

Novos mandados de prisão?

Barbosa Lemos acaba de dizer em sua rádio que existe 60 (sessenta) mandados de prisão que poderão ser autorizados, a partir dos depoimentos prestados em juízos pelos sete detidos que acabaram de chegar ao prédio da Justiça Federal em Campos. A rádio Campos Difusora está com repórteres em frente ao prédio da Justiça cobrindo a entrada dos detidos na Operação Telhado de Vidro. Clique aqui e acesse a rádio.

Dois dos detidos encararam e reclamaram da reação dos presentes

Ao descer do camburão dois dos detidos teriam reclamado das vaias de estudantes, donas-de-casa entre outras que se aglomeraram em frente ao prédio da Justiça Federal na praça São Salvador em Campos. A informação é da rádio Campos Difusora.

Detidos chegam de camburão para depor na Justiça Federal em Campos

Estão chegando neste momento para depor na Justiça Federal em Campos os sete detidos na Operação Telhado de Vidro. Eles estão descendo de diversos camburões da Polícia Federal. Há bastante gente em frente ao prédio ao lado da Catedral que grita e vaia cada um dos presos ao descer e entrar no prédio: Os detidos que irão depor são: Francisco de Assis Rodrigues, ex-gerente-geral da prefeitura, Alex Pereira Campos, ex-procurador-geral de Campos, Edílson Quintanilha, ex-gerente de desenvolvimento, Marco Antônio F. Faria, presidente da Fundação José Pelúcio, Luis Ricardo Paranhos Pimentel e José Renato Muniz, ambos da Cruz Vermelha de Nova Iguaçu e Geraldo Fonseca Seves, dono da empresa de intermediação de shows, Telhado de Vidro.

Velocidade do Judiciário

Independente do conteúdo e do mérito das decisões é interessante ver como ganharam celeridade, os processos que estavam rolando sobre a prefeitura de Campos. Primeiro foi o caso da Justiça do Trabalho com a decisão de desligamento de 40% dos contratados mesmo antes da realização dos concursos públicos. Agora foi a decisão de passar a régua no pessoal do PSF (Programa de Saúde da Família). A Operação Telhado de Vidro que não existiria, sem a ação pertinaz do Ministério Público Federal está provocando mexidas muito para além, do que poderia ser imaginado. E tem gente que diz que é só o começo.

Virou rotina e com espaço na mídia

A violência em Campos. Foi postado agora às 08:22 no O Globo Online: “Homem morto em CamposPlantão Publicada em 27/03/2008 às 08h22m - Cristiane de Cássia - O Globo "RIO - Rosivan Silva, de 25 anos, foi assassinado a tiros na madrugada desta quinta-feira na Rua Nelson Revel, em Campos, Norte Fluminense. Dois homens renderam a vítima, fizeram os disparos e fugiram numa moto. A polícia suspeita que o crime tenha relação com o tráfico de drogas".

quarta-feira, março 26, 2008

Campos e sua história – XI

De Jorge Renato em “O Ciclo do Açúcar em Campos”: Palavra de rei não volta atrás” “Quarenta e dois anos depois da chegada dos “Sete Capitães” no início de 1.674, os povoadores dos campos que desfrutavam das terras por mais de vinte anos, desde a partilha imoral, receberam a notícia de que o Príncipe D. Pedro, espoliador do trono de Afonso VI, doara ao 1° Visconde de Asseca, neto do General Salvador e de nome Martim Corrêa de Sá e Benevides, uma capitania que receberia o nome de Paraíba do Sul. Era a antiga Capitania de Pero de Góes (São Tomé). Houve protestos, representações, apelos ao rei, etc. De nada adiantaram as iniciativas. “Palavra de rei não volta a atrás”. Passava a ter início nos campos, o domínio dos Assecas, que iria perdurar por mais de oitenta longos anos, intermediados de lutas e batalhas sangrentas”.

Conselho de ética pediu cassação imediata do deputado João Peixoto

No relatório da primeira etapa da investigação do Conselho de Ética da Assembléia Legislativa do Rio (Alerj) que será publicado amanhã, no Diário Oficial do estado, será pedido a cassação imediata dos deputados estaduais João Peixoto (PSDC), Renata do Posto (PTB) e Jane Cozzolino (PTC). Além destes três, está na mira dos demais deputados da Alerj, o deputado Tucalo (PSC). O deputado Edino Fonseca (PR) teve sugerida pelo Conselho de Ética a suspensão do seu mandato parlamentar por um período que pode variar de 30 dias a 12 meses. Durante este tempo, Edino não poderá receber vencimentos da Alerj. Ele também perderia a imunidade durante a suspensão. Já os deputados Álvaro Lins (PMDB) e Délio Leal (PMDB) terão a absolvição sugerida no relatório. Outros quatro deputados começarão a ser investigados a partir de amanhã. A situação política dos representantes da população do norte fluminense nas diversas instâncias dos três poderes são, talvez, a pior de toda a história do município. Do Extra Online: "Todos os 11 investigados pelo Conselho de Ética são acusados de quebra de decoro parlamentar. O grupo nomeou funcionários comissionados, que nem sequer sabiam que estavam empregados na Alerj. Depois de ser publicado no Diário Oficial, o relatório terá dois dias para ser encaminhado pela Mesa Diretora da Alerj ao plenário. Neste período, poderá ocorrer apresentação de recurso contra o parecer da cassação, na Comissão de Constituição e Justiça da Assembléia Legislativa. A tendência é que, entre sexta-feira e a próxima terça-feira, o parecer de cassação seja votado em plenário pelos deputados. A votação com a proposta de cassação será individual e terá sessão secreta. Ou seja, cada um dos quatro parlamentares terá seu nome apresentado separadamente no plenário da Casa e o voto será fechado. Para que ocorra a cassação, serão necessários 36 votos favoráveis à proposta. Fontes da Alerj revelaram que cerca de 42 parlamentares mostram uma tendência pela cassação". Atualizado às 23:48: Do O Dia Online - 23:08: "Fantasmas: Aprovado pedido de cassação de quatro deputados" Jornalista - Alfredo Junqueira - "Rio - O Conselho de Ética da Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro aprovou pedido de cassação de quatro deputados por envolvimento com fraudes no pagamento de auxílio-educação a funcionários fantasmas. Renata do Posto (PTB), Jane Cozzolino (PTC), João Peixoto (PSDC) e Tucalo Dias (PSC) foram condenados por quebra de decoro parlamentar em votação unânime no Colegiado, na noite desta quarta-feira. A decisão do Conselho de Ética deverá ser referendada pelo plenário da Alerj em sessão prevista para a próxima terça-feira. Para que os parlamentares punidos percam, de fato, seus mandatos será necessário que o relatório do Conselho seja aprovado por 36 votos".

Surpresas para amanhã

O suspense e a apreensão no ambiente político de Campos, não é mais sobre o julgamento do recurso de Mocaiber no TRF-RJ, que muitos já acreditam que não ocorrerá esta semana, nem sobre a suspensão da liminar que permitia ao município de Campos fazer contrato de emergência de pessoal para o Programa de Saúde da Família (PSF). Muito menos, pela apreensão de documentos no escritório Marinaide Mothé da Silva Fraga, a secretária particular de Alexandre Mocaiber. A surpresa aguardada tem origem no depoimento dos detidos na Operação Telhado de Vidro. De olho na delação premiada muita coisa deverá vir à tona. Bom lembrar o nome dos que estão detidos e prestarão depoimentos: Francisco de Assis Rodrigues, ex-gerente-geral da prefeitura, Alex Pereira Campos, ex-procurador-geral de Campos, Edílson Quintanilha, ex-gerente de desenvolvimento, Marco Antônio F. Faria, presidente da Fundação José Pelúcio, Luis Ricardo Paranhos Pimentel e José Renato Muniz, ambos da Cruz Vermelha de Nova Iguaçu e Geraldo Fonseca Seves, dono da empresa de intermediação de shows, Telhado de Vidro.

Eleição do Rio

A eleição do município do Rio de Janeiro está vivendo uma agitação, em termos de novidades que são crescentes, desde o anúncio da entrada no páreo do Gabeira e ontem do bom deputado do PT Alessandro Molon.

Quem está mais uma vez na berlinda, em meio à decisão de Cabral de trocar seu apoio do Eduardo Paes, para o candidato do PT é mais uma vez, o ex-governador Garotinho que tenta resistir dentro do PMDB sustentando, a também inusitada aliança que havia feito com o DEM para apoiar a candidata do atual prefeito Cesar Maia.

O publicitário Hayle Gadelha, aqui em seu blog tem feito análises interessantes sobre estes desdobramentos e também hoje, publicou, a distribuição do tempo de televisão que teria hoje as coligações partidárias com o quadro atual de pré-candidatos.

Troca na saúde?

A nomeação ontem, da senhora Maria Olímpia Lopes, sogra do deputado Geraldo Pudim, no cargo de Superintendente Administrativo da Secretaria Municipal de Saúde de Campos, reforça a tese de que a titular, Dra. Carmem Célia Moreto, mantida no cargo pelo prefeito interino deve estar mesmo saindo do posto junto com a sua sub, a assistente social, Maria Clélia Coelho. Com isso aumentam as perspectivas daqueles que dizem que a ex-deputada e também médica Alcione, ex- Athayde, poderia ser a nova titular da pasta.

Furo

O furo de reportagem do dia é do jornal Monitor Campista com a notícia de que os presos na Operação Telhado de Vidro deporão amanhã em Campos. Diz a matéria: “ As sete pessoas detidas pela “Operação Telhado de Vidro” que continuam na sede da Polinter, no Rio de Janeiro, serão conduzidas a Campos amanhã para serem ouvidas pelo juiz da 1ª Vara Federal, Fabrício Antônio Soares. A audiência está marcada para começar às 14h. Os presos serão conduzidos por agentes da Polícia Federal, possivelmente em microônibus”.

O jornal que teve ameaçado de perder o direito, à veiculação do diário oficial do município de Campos, por gestões que estavam sendo empreendidas pelo prefeito afastado, Alexandre Mocaiber, tem observado um crescimento do interesse pelo jornal, tanto por parte dos leitores cansados da polarização entre os grupos políticos que são refletidos nos outros dois jornais diários da cidade, quanto para o acompanhamento das publicações legais do executivo municipal que diariamente tem feito bateladas de exonerações e nomeações para diversos órgãos públicos municipais. O jornal tem também aqui a sua versão on-line para os cadastrados. O cadastro, por enquanto é livre e gratuito. Bom lembrar que o jornal tem uma história de 174 anos.

Circulando pela região

Com as contribuições dos colaboradores do blog, as duas primeiras fotos mostram registros das máquinas trabalhando na construção do Complexo do Porto do Açu, em São João da Barra.


A última foto, ao lado, mostra a falta de controle e organização do trânsito e dos estacionamentos proibidos em frente à Secretaria de Saúde, na rua Voluntários da Pátria, próximo à esquina da rua Gil de Góes. Verdade que a secretaria tem um problemão urgente para resolver que é a grave epidemia de dengue no município. Porém, este absurdo do estacionamento dos dois lados da rua, inclusive de diversas ambulâncias da prefeitura e de viaturas públicas, que deixam em meia pista o trânsito já conturbado, durante todo o dia é inaceitável. Nos momentos de maior pico, o trânsito chega a ficar retido até na antiga rua da Jaca, até quase a avenida Pelinca. A ordem é simples, um simples guarda municipal ou proíbe o estacionamento na rua do lado esquerdo ou do lado direito. A população agradeceria!

RH: “ex-secretário de comunicação da prefeitura de Campos gastou R$ 6,9 mil com duas estátuas com as genitálias expostas”

Em entrevista nesta manhã, ao programa Café Diário da rádio Diário FM, o prefeito em exercício de Campos, Roberto Henriques, falou sobre diversos problemas que encontrou na prefeitura e entre estes citou que: “A Secretaria de Comunicação que tinha como carro chefe, o apoio ao movimento da diversidade gastou R$ 6,9 mil com duas estátuas, peças artísticas que estão acauteladas no patrimônio da prefeitura, duas estátuas com as genitálias expostas, tanto do sexo masculino, quanto o feminino, dentro do gabinete do secretário. Eu quero saber é se ele, que se intitulava o próprio rei da diversidade, porque ele não destinou estes recursos para a Casa da Irmãos da Solidariedade da Fátima Castro. Ele será instado a dizer para que ele adquiriu estas duas estátuas. Ele deveria ter mais sensibilidade e gastar melhor o dinheiro que estava sob sua responsabilidade”.

terça-feira, março 25, 2008

O blogueiro em outro blog

O jornalista Rodrigo Florêncio, do blog Urgente, insistiu em ouvir este blogueiro, sobre este blog e sobre as questões da nossa Campos, incluindo os desafios que o momento atual estão a exigir. O blog Urgente dos jornalistas do Norte Fluminense foi o desbravador dos sete mares que é este espaço, quando ninguém havia ainda despertado, para a importância do uso deste instrumento de comunicação que são os blogs. Por isso, o blogueiro entende que o Urgente poderia ouvir alguém mais qualificado, enfim, caiu na área é penalty. E, se fez as perguntas eu respondi. Se tiver coragem clique aqui e leia.

RH fala para aliados em frente à Câmara Municipal

O jornalista Ricardo André em seu blogEu penso que...” fez uma cobertura melhor sobre o ocorrido hoje à tarde na Câmara de Vereadores de Campos e também postou, uma nota bastante coerente que tem o título “Investigar ou ser conivente” que merece sua reflexão. Para isso clique aqui.

Foto às 18:00 horas na avenida Alberto Torres.
PS.: Atualizado às 21:10.
PS.: Atualizado às 22:00: Veja também aqui também no blog do Ricardo André as cópias dos pedidos de Habeas Corpus de Garotinho também no STJ.
Atualizado às 21:54: O blog recebeu de outro colaborador, os dados que o Ricardo André havia também postado, e que confirma, que o ex-governador Garotinho não satisfeito com a decisão do TRF-RJ negando o pedido de Habeas Corpus para não ser preso, reapresentou recurso, através do seu advogado, que foi julgado ontem pelo STJ:
STJ - O Tribunal da Cidadania - Processos - HC 102311 - UF: RJ - REGISTRO: 2008/0059395-0
HABEAS CORPUS - AUTUAÇÃO - : 12/03/2008 - IMPETRANTE - NELIO ROBERTO SEIDL MACHADO
IMPETRADO - TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 2A REGIÃO - RELATOR(A) - Min. LAURITA VAZ - QUINTA TURMA - ASSUNTO - Habeas Corpus - Preventivo - LOCALIZAÇÃO - Saída para COORDENADORIA DA QUINTA TURMA em 18/03/2008 - FASES - 24/03/2008 - 10:55 - DECISÃO DA MINISTRA RELATORA INDEFERINDO LIMINARMENTE AGUARDANDO PUBLICAÇÃO (PREVISTA PARA 27/03/2008) .

Ba-fa-fá na Câmara de Vereadores de Campos

Há grande movimentação em frente à Câmara de Vereadores de Campos. A um grupo de pessoas do outro lado do Palácio Nilo Peçanha em volta do prefeito Roberto Henriques que discursa sob a chuva porque o presidente da Câmara, o vereador Marcos Bacelar teria proibido o prefeito de fazer uso da palavra no púlpito do legislativo. Há diversos carrro sda Polícia Militar em frente à Câmara. Como o blog previu em nota abaixo o legislativo parece resistir à hipótese de fiscalizar e, se for o caso, ir às últimas consequências na investigação contra o prefeito afastado Alexandre Mocaiber.

E agora? O que fazer com a arma do crime?

Com a entrega dos documentos que comprovariam fraudes e desvios de verbas, em diversos órgãos públicos, da prefeitura de Campos que o prefeito interino, Roberto Henriques, fará agora à tarde à Câmara Municipal, esta ficará numa situação delicada se, mais uma vez, disser que o problema não é seu e sim, do Ministério Público ou da Justiça, porque assim, esta legislatura estará, definitivamente, abdicando de uma de suas principais atribuições que é a de fiscalizar os atos do executivo.

Disposição para mudar a rotina

O blog tem ouvido, de alguns empresários e empreiteiros, o desejo de sair desta trágica rotina de ter que se obrigado, a participar de “esquemas para ganhar obras públicas em Campos”. Eles falam na disposição de trabalhar com os preços da Emop ou até menos e trabalhar honestamente, ganhando e perdendo licitações, tendo os seus lucros normais, mas sem necessidade de ter que dar 10, 20, 30 e dizem alguns, que até 50% dos valores, a intermediários delas. Afirmam que para isso é só ter pregão sério e pagamento em dia. Dizem que o mesmo ocorreria na venda de materiais, tanto de escritório, quando de insumos diversos, onde nem sempre o preço alto é o problema, mas o percentual de material a ser entregue.

Blog cobrirá viagem de helicóptero dos EUA para a Bacia de Campos

Durante dez dias, a partir da próxima quinta ou sexta-feira, este blog acompanhará a viagem do piloto, Renato David Clark de Aquino dos EUA, mais precisamente da Filadélfia, no estado da Pensilvânia, nos Estados Unidos até a Bacia de Campos. Uma equipe de dois pilotos, mais um mecânico de helicópteros irão aos EUA pegar mais helicóptero de última geração, do fabricante Sikorsky, modelo S-76 C++ para atuar no transporte de passageiros para as plataformas da Bacia de Campos. Este é um dos modelo mais novos atuando na Bacia. O S-76 como é chamado comporta 12 passageiros e dois pilotos e tem um custo estimado da ordem de US$ 7 milhões e virá equipado, com os demais, com os recursos extras que são exigidos dos helicópteros que atuam na atividade off- shore da Bacia. A previsão é de que a equipe leve em torno de quatro dias em terra recebendo a aeronave, executando os serviços de check-list do equipamento de navegação aérea, assim como os acessórios. Estima-se em outros seis dias com diversas escalas de vôo até a Bacia de Campos, que serão cobertas com fotos e registros da viagem pelo piloto campista Renato David Clark de Aquino. O comandante Clark atua já há 14 anos na pilotagem de helicópteros, tendo cerca de 5 mil horas de vôo, sendo 90% delas, na Bacia de Campos. Devido a importância que tem a atividade off shore de extração de petróleo para a nossa região e, de certa forma, o desconhecimento de grande parte de nossa população, sobre os detalhes desta atividade, o blog resolveu criar esta seção especial que mostrará detalhes, de como se dá um recebimento de uma aeronave e também o vôo com passagem pela América Central, norte do nosso país, até chegar para ser usado na Bacia de Campos.

Quatro páginas de “tornar sem efeito”

Mais um dia de troca-troca na prefeitura de Campos. O Diário Oficial municipal que esteve perto de trocar de endereço até chegar a “Telhado de Vidro” continua gordo. Hoje o que prevalece são as exonerações dos Administradores Regionais (DAS-06). Uma festa com a retirada dos titulares, hoje vinculados à secretaria de Governo das seguintes localidades: Chave do Paraíso (imagine administrador da localidade com este belo nome, que fica ali pertinho de Santa Bárbara e Santa Maria); Conselheiro Josino; São Martinho; Mata da Cruz; São Sebastião; Santa Maria; Serrinha; Dores de Macabu; Farol de São Thomé (2); Tocos; Ibitioca; Brejo Grande; Venda Nova; Saturnino Braga; Murundu; Baixa Grande; Guandu; Donana; Mineiros; mais os coordenadores setoriais de Guarus; e outros da cidade por grupo de bairros (mais 11 destituições que são de DAS-03), além de outros 7 (sete) sem designação de áreas. No Diário Oficial de hoje além das nomeações de secretários que os jornais já divulgaram do professor Mario Lopes para a Promoção Social, Antônio José Petruci Terra para a Limpeza Pública, Márcio Renato Miranda Rocha para Petróleo e Bioenergia, José Carlos da Silva Gama na Fundação Zumbi dos Palmares e também foi nomeado o novo secretário de Agricultura, Expedito das Graças Sena Otone, no lugar do técnico e engenheiro agrônomo, Eduardo Augusto Barbosa Alves. No nível dos secretários também foi exonerado o gerente do IPPUCAM, Francisco de Almeida Conte.

segunda-feira, março 24, 2008

Nota de Garotinho explica, mas não convence

Confesso que o blog duvidou quando soube do habeas corpus pedido pelo Garotinho. Pensei que a briga polarizada, entre os dois grupos de comunicação local, poderia estar levando os dois jornais a posições inimagináveis. Até ter tempo para fazer a consulta no site da Justiça Federal alimentei esta dúvida. Quem está lendo agora este texto e não está nem de um nem outro lado, sabe que motivos não faltam, para questionar as informações deles. Pois bem, a consulta confirmou a informação que por sua vez, suscitou outra dúvida, que acaba não esclarecida, também na nota do próprio: por que o ex-governador Garotinho tem receios de operações que possam estar sendo desenvolvidas? O fato é real e nada tem a ver com a forma como os dois jornais, polarizados por grupos políticos do município, têm tratado as notícias da área. O blog não faz este tipo de jogo para quem quer que seja. O blog e o blogueiro sempre emitiram suas opiniões livremente, da mesma forma que procura respeitar outras, das quais discorda. O blogueiro por conta desta liberdade, que não abre mão, acabou detonado a cerca de um mês, depois de dez anos com a publicação de mais de trezentos artigos, do espaço de opinião do jornal citado. Toda esta necessidade de uma alternativa, talvez até explique, o sucesso que este e outros blogs da cidade vêm conquistando nos últimos meses. Quanto aos “informes governamentais” é bom que o público saiba que o ex-governador, desafeto do atual, tem acesso a informações como esta, da audiência pedida pelo governador, ao presidente do TRF-RJ, diretamente de funcionários do palácio Guanabara. Mais uma vez é possível ver no fato em si, a importâncias do espaço dos blogs. Quanto ao falante não há porque reclamar. A fala é uma das armas dos políticos e o ex-governador sabe disso. Talvez seja a única deficiência que impeça seus portadores de ter vez na política. O problema não é ser falante e sim o que se fala. Talvez, ao fazer a reclamação, o senhor tenha apenas cometido um ato falho, em relação aos conteúdos das suas falas e, se anda acompanhando diariamente este blog, sabe que há bastante tempo, ele vem questionando os desmandos na política local, tanto quanto o senhor. Ele ainda não existia, mas os seus propósitos já estavam presentes, quando, o ex-governador ainda junto de Arnaldo Vianna defendia que a prefeitura de Campos financiasse o carnaval da Imperatriz Leopoldinense, por nós contestado na justiça que deu ganho de causa à Ação Civil Pública contra o ato do prefeito, seu então aliado. Bom que tivesse depois revisto esta posição, assim como seria desejável que ajudasse nossa cidade, a fazer uma verdadeira faxina, na forma e nos conteúdos das ações políticas, escolhendo nomes novos e sem comprometimentos com o que desejamos que fique para trás.

Garotinho responde nota sobre habeas corpus

Através de e-mail o blog recebeu resposta do ex-governador Garotinho sobre o questionamento feito na nota abaixo e que democraticamente disponibilizamos para nossos leitores: "Querido Roberto: Quem entrou com habeas corpus com medo de ser preso, foi o prefeito afastado por corrupção Alexandre Mocaiber. Quando fui alertado de uma notícia plantada na coluna de Ricardo Boechat, afirmando que eu poderia estar envolvido em uma operação da Polícia Federal, fui aconselhado pelos meus advogados a formular uma ação junto ao Tribunal Regional Federal da 2ª Região, a fim de esclarecer os fatos e resguardar meus direitos.Veja o que disse em seu despacho a ilustre desembargadora federal Liliane Roriz: "entrei em contato telefônico com os juízes titulares da 1ª Vara Federal de Campos (Operação Telhado de Vidro) e 4ª Vara Criminal do Rio de Janeiro (Operação Gladiador) e ambos me informaram que não há nenhuma ameaça nos referidos inquéritos /processos o requerente." Me admira muito, um cidadão inteligente como você ficar fazendo o jogo de um jornal vendido como a Folha da Manhã, que durante todo este tempo "mamou" gordas verbas dos cofres municipais. Quanto à notícia que Cabral agendou audiência para quarta-feira junto ao TRF, me foi passada por fonte do Palácio Gunabara, onde tenho muitos amigos, afinal passei quase 8 anos dentro daquela casa. Se Cabral vai pedir por Mocaiber não posso afirmar. Por isso o título da nota é: "Será ?".Quanto ao tratamento pejorativo, dado a mim em seu blog, chamando-me de falante, lembro ao amigo que foram essas falas que há 5 anos estão denunciando a corrupção da quadrilha de Arnaldo Vianna e Alexandre Mocaiber, agora desmontada pela Justiça e pela Polícia Federal". Atenciosamente Anthony Garotinho

Ainda não explicou seu temor e já faz nova pressão

O ex-governador ainda não explicou o que estava temendo, ao pedir habeas corpus preventivo temendo ser alcançado pela operação Telhado de Vidro e agora pressiona o judiciário dizendo em seu blog que o governador Sérgio Cabral teria solicitado audiência ao presidente do Tribunal Regional Federal (TRF-RJ), Castro Aguiar para tentar ajudar Mocaiber. As pressões fazem parte do jogo político, embora no caso do judiciário, às vezes leve a decisões contrárias. Agora uma coisa todo mundo quer saber do falante ex-governador: o que tanto temia? Seus aliados estão com dificuldades de explicar o fato.

Aumenta a ansiedade sobre o julgamento do recurso de Mocaiber no TRF-RJ

O presidente do Tribunal Regional Federal (TRF-RJ) Castro Aguiar será o responsável pela análise e julgamento do recurso com pedido de liminar solicitando a recondução de Alexandre Mocaiber, ao cargo de prefeito de Campos. Aparentemente o processo é o 2008.02.01.003603-4 que corre em segredo de justiça. O julgamento pode acontecer hoje, amanhã, ou até quarta-feira, quando se extinguiria o prazo regulamentar. Acompanhem mais detalhes aqui no link de notícias do TRF-RJ.

Vale a conferida

Na carta que o professor Fabio Siqueira postou aqui em seu blog endereçada, ao presidente interino da FCJOL, Avelino Ferreira. Sem extremos, revanchismo e nem ilusões Fábio que participou ativamente da formulção do Conselho Municipal de Cultura aponta questões a serem apreciadas por quem deseja trilhar um bom caminho na área. Só para começar porque a questão é ampla e complexa.

48 mil visitas no último mês

Para ser mais exato, este blog alcançou, entre 23 de fevereiro e 22 de março, o total de 48.467 acessos. Desse número, 22. 246 foram de visitantes únicos, ou de um único IP. Atualmente, o blog que tem contabilizado um total de 221 mil acessos, desde que foi criado, em agosto de 2004, tem registrado diariamente, um número de visitas que varia de 1.500 a 3.000 e entre 700 e 1.400 visitantes únicos ou de único IP. O blog agradece aos colaboradores que ajudam a fazê-lo, aos demais blogueiros pela relação no espaço virtual e também na disponibilização deste blog, nos seus links que ajudam a trazer novos leitores, aos comentaristas que constroem e destroem opiniões e nos leitores que ajudam a estimular o blogueiro a manter este espaço alternativo de emissão e troca de opiniões. Sigamos em frente.

Interior.com: show de bola!

Em setembro de 2006 este blog já fez um elogio, ao programa elaborado pela VCE Produções e exibido aos sábados, na TV Record, no Norte Fluminense. Esta nota volta a rasgar novos elogios. O programa apresentado pela Paula Trindade com patrocínio da Unimed Campos, aborda temas sobre a cultura, economia e outros assuntos interessantes, que quando são matérias dos jornais locais, têm abordagens rápidas e superficiais.

No Interior.com, com dois ou três temas por programa, há um tempo maior que permite um aprofundamento em termos de imagens, entrevistas e opiniões. No penúltimo sábado ele trouxe mais uma vez três excelentes matérias.

A primeira sobre a questão da Reforma Agrária foi muito interessante. Saiu daqueles chavões preconceituosos e ouviu os assentados e mostrou a vida que levam os integrantes do Movimento Sem Terra (MST). O segundo foi sobre a vida e o trabalho dos pescadores de Barra do Furado e o terceiro uma mobilização comunitária apoiada pelo poder público mostrando trabalho de um artesanal em Quissamã. Nesta semana santa, houve uma represise de três matérias do mês, a melhor delas sobre a prática de vôo livre no morro do Itaóca.

Como sempre um texto excelente, imagens e a produção, que estão imensamente à frente de tudo que se faz aqui do gênero. Já comentei uma vez e inclusive fiz esta mesma sugestão, quando me pediram um depoimento na data de comemoração do primeiro ano do programa.

A sugestão é a elaboração de DVDs com a junção de alguns programas por temas, que dariam excelentes documentários da nossa região que teriam diversas finalidades entre elas o uso educacional. Numa região que aprendeu a falar mal de si mesmo, esta seria uma boa forma de ver coisas boas que têm e acontecem por aqui.

Também volto a repetir que, sem nenhum favor, que o programa pode ser considerado, um dos expoentes da produção televisiva local. Parabéns ao produtor Maurício Nani e toda a equipe de produção cinegrafistas, jornalistas, técnicos, etc. Aqueles que desejarem conhecer a produtora podem fazê-lo clicando aqui. Assim poderá também assistir a algumas das últimas produções do Interior.com.

Aviso aos navegantes, antes que cobrem, os que os amigos do blog chamam de patrocinadores ocultos lembro que não há jabá neste já longo comentário, rs,rs,rs!

Campos e sua história – X

De Osório Peixoto Silva em “Os momentos decisivos da história dos campos dos goitacazes”: Tensão pré-abolição nos Campos... Em janeiro de 1873, os escravos Antonio – pagem de confiança – Agostinho, Cyro e Amaro, do fazendeiro José Barroso de Siqueira, realizam autêntica rebelião, assassinando a foiçadas o fazendeiro, quando este jantava com a família. Depois, saquearam a casa, armaram-se e se dirigiram para a Cidade. Foram atacados pelos fazendeiros Francisco Nunes Machado Coutinho e José Pinto Porto – Barão de Itabapoana, tio e vizinho do fazendeiro abatido, que estavam acompanhados de escravos e pagens de confiança. Enquanto Cyro enfrentava os adversários, Agostinho, que se acha, escondido no mato, próximo da estrada, surgiu entre os atacantes e matou o fazendeiro Nunes Machado, enquanto os outros fogem”.

domingo, março 23, 2008

Campos novamente no Domingo Espetacular da Record

Calma desta vez não foi a turma da Operação Telhado de Vidro. Foi no quadro Câmera em Ação que mostrou três mulheres e um homem, flagrados roubando produtos de um supermercado local. As mulheres colocavam latas de leite sob a roupa e o homem escondia verdura também, por dentro do short. Após o flagrante todos foram presos. Assim o município vai se consolidando sua imagem como a cidade...

Campos e sua história – IX

Depois da interrupção de doze dias, desde o 11 de março que, infelizmente ou felizmente, também já entrou para nossa história, o blog volta, até o próximo dia 28 de março quando nosso município completará 173 anos de transformação da condição de vila para cidade, com a publicação de flashes da história da nossa Campos dos Goytacazes. Veja que o tempo passa e as histórias se repetem: De Osório Peixoto Silva em “500 anos dos Campos dos Goytacazes”: Roubo e ponteEm 1928, arrombado o Banco Hipotecário de Campos, em 22 de julho, domingo. Os ladrões foram logo ao cofre onde havia dinheiro e roubaram 244 contos de réis. Três funcionários presos. O subdelegado de polícia, que se achava no encalço dos ladrões, é tocaiado em 09 de agosto, na rua Barão de Miracema, morrendo mais tarde em conseqüência dos ferimentos. Crime insolúvel em Campos”. “A ponte Municipal está com o piso estragado, faltando dormentes e uma criança quase morre nela. Diz o prefeito que ladrões roubaram dormentes do piso da ponte à noite. E há incêndio na Foguetaria Pontal, em frente a Igreja de Santa Efigênia, com o operário Francisco Codeço gravemente ferido”.

Royalties pela metade

Agora não são mais projetos isolados de alguns legisladores. A mexida na atual lei do Petróleo que define a forma de rateio dos royalties e participação especial, está defendida por alguém que tem mais influência na questão. Esta defesa da divisão do bolo dos royalties está sendo feita pelo próprio presidente da ANP (Agência Nacional de Petróleo) Haroldo Lima. Hoje, na principal coluna política do jornal O Globo, o ex-deputado do PC do B, explicita sua proposta de distribuir a receita dos royalties, que em 2006 foi de R$ 16 bilhões, para todos os 27 estados e os 5.562 municípios, que hoje são repartidos entre dez estados e 823 municípios. Haroldo Lima defende que a receita seja dividida "fifty-fifty" (meio-a-meio) entre estes e os demais. No caso de Campos isto significaria um impacto fenomenal. A nova fórmula reduziria o orçamento total do município de R$ 1,45 bi, para cerca de R$ 1 bilhão. Para quem vinha gastando, segundo as projeções feitas pelos dois primeiros meses deste ano, a exagerada quantia de R$ 820 milhões, só com pessoal imagine o baque. Isto sem falar no alto custo da nossa máquina que atualmente gira em torno de R$ 400 milhões por ano. Mais grave ainda para quem tem uma dívida de restos a pagar, de outros R$ 400 milhões. As nuvens ficam ainda mais ameaçadoras quando o mau uso destes recursos são manchetes nacionais.

sábado, março 22, 2008

Americano respira depois de vencer o América de 1 x 0 em Campos

Com uma vitória magra, de 1 x 0, com gol do lateral-direito Ivan, ao nove minutos do primeiro tempo, o time campista alcançou dez pontos, no total da competição saindo da ameaça maior de rebaixamento no campeonato estadual de futebol. O jogo que teve apenas 380 pagantes no estádio Godofredo Cruz, em Campos, terminou há pouco mais de meia hora. O Americano ainda tem três jogos pela frente no campeonato e tem abaixo na tabela, América, Mesquita e Cardos Moreira, o primeiro com 6 pontos e os outros dois com 7 pontos ganhos. Junto do Americano está o Resende também com 10 pontos. Veja abaixo a atual classificação no estadual:

Seria a Páscoa ou o telhado?

A constatação já havia sido feita no final de semana passado. Iniciou-se esta outra semana e imaginou-se algo diferente, mas a cidade, desde o início da semana continuou vazia e sonolenta. Os shoppings com pouco movimento. Os lojistas reclamando, etc. Hoje, sábado, os shoppings estavam às moscas e agora à noite, os bares e restaurantes estão com um movimento, pelo menos, três ou quatro vezes menor, a qualquer outro sábado. O motivo pode ser o feriadão com o movimento se dirigindo para outras localidades ou reflexo da redução de atividades oriundas das preocupações com a repercussão da redução do dinheiro em circulação, decorrentes das conseqüências da Operação Telhado de Vidro, na prefeitura de Campos. Segundo as informações nas praias da região o movimento é também muito reduzido neste feriado da semana santa. Se a hipótese dos desdobramentos da “Telhado de vidro” for a maior responsável, isto significa que a situação, de dependência do poder executivo municipal é, na verdade, muito mais grave, do que qualquer um de nós poderia imaginar. O interessante é que o chororó dos lojistas, se compreensível pelas conseqüências diretas que geram sobre os seus negócios, por outro lado é inaceitável, porque não se pode concordar que os desmandos feitos com dinheiro público seja fonte de receita do que quer que seja. Talvez, seja educativo para que a sociedade compreenda o que é viver sustentado por uma receita finita e o que pode ser o “day-after” ao fim dos royalties. O blog não quer apavorar ninguém, a não ser aqueles que têm pesadelo com a segunda etapa da operação que, segundo voz corrente, está próxima e agora teria como alvo pessoas do legislativo municipal, mas é bom que se acostumem à nova realidade. Alguns segmentos sentirão rapidamente os efeitos outros lentamente. As imobiliárias que cresceram enormemente é um deles o que automaticamente levaria a outra redução no incremento de obras de construção verticais e também à redução nos preços até então praticados no mercado local. Se isto efetivamente ocorrer as explicações estarão às claras até para deficientes.

A Páscoa e o Judas...

Jogo eleitoral vai voltando à pauta

Passados onze dias de interinidade, mas ainda antes do julgamento do recurso e que Mocaiber pede ao TRF-RJ a suspensão do seu afastamento da prefeitura de Campos, a agenda eleitoral volta, se é que deixou de ser, uma pauta sobre a mesa. Pela cidade há quem diga que Arnaldo Vianna estaria inclinado, a desistir da disputa de outubro e que estaria até, buscando um nome para apoiar. O PMDB marcou plenária para o próximo sábado, dia 29. O PT decidiu entregar os cargos que ocupava por acordo com o prefeito e agora fala em candidatura própria. Bom e correto seria, o partido em Campos fazer, publicamente, uma autocrítica do equívoco de entrar no governo de Alexandre Mocaiber, para depois, se apresentar. O PSDB, por enquanto está no governo, mas poderá mudar de posição. Enfim, o jogo da sucessão voltou a ser jogado.

José Maurício Linhares nomeado Secretário Particular na PMCG

Além do ex-deputado que é filiado ao PDT de Arnaldo Vianna, também foram nomeadas, a nova diretora do Museu de Campos, a historiadora Sylvia Paes; a diretora da Biblioteca Municipal Nilo Peçanha, Leonice Pereira Barreto, e superintendente da FCJOL, Ademilde Pacheco Freitas. Através da portaria 392/2008 o prefeito interino nomeu nova Comissão Permanente de Licitação da PMCG: José Carlos Monteiro (presidente), Eferson Rodrigues Faísca (secretário e pregoeiro) Fábio Domingues Izaias (pregoeiro), Silvia CristinaM. Motta e Ro Pessanha G. Vianna. As nomeações saíram no D. O. (Monitor Campista) e também estão informadas no site da prefeitura de Campos.

A doença “à disposição”

O médico e poeta Luis Tavares mandou para o blog, um pertinente comentário de uma epidemia não divulgada e antiga em nossos Campos dos Goytacazes: “Não creio que haja oportunidade mais sensata para começar a se tocar numa doença que conheço desde que me entendo por funcionário municipal: a tal turma "à disposição"... É uma vergonha e um acinte a olhos vistos que funcionários sejam colocados à disposição de alguns cargos políticos do município e recebam salário integral muitas vezes por anos a fio sem trabalhar. Nada mais podre numa cidade de vida política insana como a nossa. O momento é propício para se cobrar uma postura do atual governo (antes que o... volte, como tem apregoado). Nenhum lugar mais adequado para questionar isso senão seu blog que já se tornou uma referência para os que querem estar bem informados e para aqueles outros que, como faço agora, encontram aqui espaço e guarida. Saudações blogueiras de seu amigo quase poeta, Luis Tavares”.

sexta-feira, março 21, 2008

Novo presidente da FCJOL explicita o que encontrou

O blog recebeu, agora, através de e-mail, do presidente interino da Fundação Cultural “Jornalista Oswaldo Lima (FCJOL) Avelino Ferreira , o que ele chamou de release com um relato do que encontrou com a seguinte observação: "que os colegas da comunicação recebam este artigo como release. Façam dele o que melhor lhes aprouver". O blog assim decidiu publicá-lo na íntegra. Os grifos são do blog e o texto, como já dito, de responsabilidade do seu autor. No dia em que a Rede Blog trata de Cultura e Patrimônio, o texto abaixo aponta para uma outra realidade: "Telhado de Vidro" "Sem nenhum tipo de hostilidade, de arrogância, de revanchismo, assumi o cargo de presidente da Fundação Cultural “Jornalista Oswaldo Lima” na quarta-feira, dia 12, cumprindo determinação do prefeito em exercício Roberto Henriques, empossado por determinação da Justiça, tendo em vista o afastamento do titular, investigado por suspeita de improbidade administrativa. Os diretores de departamentos (todos meus amigos), incluindo financeiro e contábil, atenderam prontamente às minhas solicitações. A primeira providência foi no sentido de saber da situação orçamentária, pois o calendário de eventos e o atendimento às necessidades básicas para que a instituição funcione normalmente não podem parar num repente. A normalidade administrativa é fundamental para que um órgão funcione, não obstante a desarticulação política. Constatamos, sem nem mesmo aprofundarmo-nos na análise dos documentos, que apenas nos meses de janeiro e fevereiro pouco mais de R$ 3 milhões, o que representa mais da metade do orçamento anual da Fundação (que é de R$ 5.600,00) foram destinados a uma série de shows superfaturados. Só este fato já demonstra a irresponsabilidade de uma administração. É a prova cabal do descaso com a coisa pública de um governo cujo princípio está assentado na idéia de que rir é o melhor remédio. Aliás, slogan de um projeto da Prefeitura. Mesmo sabedor das falcatruas e crítico desse governo nefasto, fiquei pasmo ao constatar o desamor ao povo de Campos por parte dessa quadrilha que assalta os cofres públicos. Não se trata de incompetência, como querem crer alguns críticos ingênuos; nem falta de pulso do chefe do executivo. Trata-se de um bando de ladrões da coisa pública que enriquece cada vez mais à custa do sacrifício cada vez maior de quem precisa de um atendimento médico, de um remédio para conservar a vida, de um lugar digno para morar. O que o Poder Judiciário constatou e que redundou na ação da Polícia Federal, é apenas a ponta de um iceberg. Mas, se ficamos estarrecidos com o que vimos nessa ponta, podemos imaginar o tamanho da pedra de gelo. Pedra, não, uma montanha submersa que causídicos inescrupulosos, em nome de uma moral assentada em normas que objetivam favorecer os que têm dinheiro, mesmo que este seja roubado, querem manter velada, escondida. E o que é exatamente essa ponta do iceberg? A enorme quantidade de shows superfaturados, contratados através de um empresário inescrupuloso que dirige três empresas – Lucas e Reis Marketing Ltda., Jakimow’s Empreendimentos Artísticos Ltda. e Telhado de Vidro Produções Artísticas Ltda.. Para se ter uma idéia, o show de Alcione em Santo Amaro, dia 15 de janeiro, custou aos cofres públicos R$ 185.800,00. Para escamotear a cifra astronômica, a fatura é dividida em duas. Quando se lê a fatura, constata-se apenas a cifra R$ 82.900,00. Mas é uma de duas, ou seja, em outra fatura consta mais R$ 82.900,00. O show de “Jamil e uma noites” , dia 12 de janeiro no Farol, custou ao povo de Campos R$ 164.600,00 e, da mesma forma, em duas faturas de R$ 82.300,00. O Exaltasamba, também no Farol dia 30 de dezembro, custou R$ 146.000,00, também dividido em duas parcelas de R$ 73.000,00. O mesmo ocorreu com a banda Capypso dia 28 de dezembro no Farol: o show custou R$ 188.800,00, mas dividido em duas parcelas de R$ 94.400,00. Também no Farol, o show da do grupo Titãs no dia 19 de janeiro custou ao sofrido povo de Campos R$ 178.000,00, mas faturado em duas parcelas de R$ 89.000,00. O show do grupo Rappa no dia 26 de janeiro, no Farol, custou R$ 195.400,00, pagos em duas parcelas de R$ 97.700,00. O Gustavo Lins, dia 06 de janeiro no Lagamar, local de shows menores, custou ao povo de Campos R$ 93.800,00 pagos em duas vezes de R$ 46.900,00. Nos inúmeros shows de bairros, muitos dos quais sem divulgação e sem público, as aberrações não são menores. O show de Pamela e Banda no Jockey Club no dia 08 de dezembro de 2007, custou R$ 43.000,00. No dia 20 de setembro, no Jockey Club, a Cassiane cantou por R$ 53.000,00. No mesmo Jockey Club o show do grupo Jairinho e Banda, realizado no mesmo dia de Cassiane, 20 de setembro, custou aos cofres públicos R$ 44.100,00. No dia 21 de outubro, também no Jockey Club, o Imaginasamba tocou por R$ 43.000,00. O show de Perla, em Play Back, dia 30 de novembro, em Morro do Coco, custou R$ 54.900,00. Seria interessante, mas exaustivo, enumerar todos os shows da Telhado de Vidro, Jakimow’s e Lucas e Reis, mas vale o registro de mais estes: o show do grupo Sambaí, dia 31 de dezembro, em Guarus, custou ao povo a quantia de R$ 99.000,00, pagos em duas parcelas de R$ 49.500,00. Os Meninos de Goiás fizeram um show em Travessão no dia 18 de janeiro por R$ 88.000,00, pagos sempre em duas parcelas. Tocaram pelo mesmo preço em Lagoa de Cima. O Bonde do Forró no Lagamar custou 96.400,00. Mas o grupo tocou em Ururaí pelo mesmo preço. E o Belo, no Farol, cantou por R$ 163.300,00. Como presidente interino da Fundação Cultural “Jornalista Oswaldo Lima”, segui a orientação do prefeito Roberto Henriques e não autorizei o pagamento de R$ 2.800.000,00 de shows dessas três empresas nos dois últimos meses. Mas o dinheiro já foi retirado do orçamento da fundação e, para efeitos legais, burocráticos, os shows são considerados pagos. Na prática, o dono das empresas, ao sair da prisão, terá que cobrar diretamente ao prefeito. Mas os shows realizados em 2007 já foram pagos, constituindo-se no motivo da prisão do empresário. Empresário que é considerado pela Justiça chefe da quadrilha. Seu nome? Antonio Geraldo Fonseca Seves. Pelo que se apurou, ele criou três empresas, todas em 10 de novembro de 2006. Uma, tem ele e Márcia Teles de Aguiar como sócios da Telhado de Vidro, com endereço à rua Conde de Bonfim 106, apart. 1801, na Tijuca. O capital: R$ 10.000,00, sendo R$ 9.000,00 dele e R$ 1.000,00 dela. A outra, Jackmow’s Empreendimentos Artísticos Ltda. tem como sócios Stephan Jackimow e sua vó, de 85 anos, Frieda Jackmow, de nacionalidade alemã. O capital é de R$ 10.000,00, sendo R$ 9.000,00 dele, que tem 30 anos, e R$ 1.000,00 dela. Endereço: rua Conde de Bonfim 1326 apart. 502, Tijuca. A terceira, Lucas e Reis Marketing tem como dono Fábio Lucas. O capital é de R$ 10.000,00 e o endereço: Rua Dias Ferreira, 410, Leblon. As empresas foram criadas justamente para as falcatruas, praticadas logo em seguida. Fatos como estes devem ser divulgados para que não se repitam; para que a população tome ciência do que os governos Arnaldo/Mocaiber fizeram com parte do dinheiro público; e, finalmente, para que os poderes legislativo e judiciário impeçam essa roubalheira, cassando e prendendo a quadrilha (incluindo os chefes) como ladrões do dinheiro público. Registre-se que os shows superfaturados fazem parte de uma prática nefasta desde o início da gestão de Arnaldo Vianna. Neste caso da operação Telhado de Vidro constituem-se apenas na pontinha do iceberg". Avelino Ferreira Presidente Interino da Fundação Cultural “Jornalista Oswaldo Lima”.

"Panis et circenses"

Contribuindo com a discussão do dia da Rede Blog, sobre Cultura e Patrimônio, o articulista do blog, o universitário de direito, Bruno Lindolfo, manda o texto abaixo que vale a conferida: "Panis et circenses" Bruno Lindolfo e-mail: blindolfo@gmail.com A humanidade já presenciou e foi vítima de toda sorte de instrumentos de controle e manipulação social: regimes ditatoriais, a censura, a manipulação da notícia e informação, a propaganda, a fome, a violência. Todos eles continuam presentes, alguns mais ou menos que outrora, mas não se pode negar a perversidade maior daqueles que ao manipularem trazem consigo um instrumento de desvirtude de valores, buscando engendrar pensamentos desviantes, ou instaurar, em último caso, a completa ausência de senso crítico. Política imperativa durante o Império Romano, o pão e circo garantia alimento lisérgico para corpo e espírito. Inebriados pela barbárie protagonizada pelos gladiadores e pela possibilidade de decidir em conjunto com o Imperador, podendo condicionar a decisão desse a sua vontade – o que, de certa forma, criava a sensação de partícipes da coisa pública, decorrente da empatia entre líder e liderados, os cidadãos romanos, entretidos pelas lutas mortais e alimentados pelo pão distribuído durante os espetáculos esqueciam de sua realidade. A barbárie que os circundava e afetava no cotidiano encontrava lenitivo nas dependências do Coliseu. Séculos mais tarde mudaram-se apenas os métodos. A política cultural de Campos, por exemplo, é resumida no entretenimento, nos shows, e não são poucos. O pão fica a cargo das contratações desordenadas, em números absurdos, cumprindo à risca o modus romano de doutrinação e dominação política e social. Não se quer aqui abarcar a postura politicamente correta, exigindo explicação e finalidade moral para tudo, movendo verdadeira catilinária contra a política do entertainment - os shows têm seu lugar, embora questionável o fato de o poder público atuar, solitariamente, como promotor de eventos; mas em se tratando de erário é indispensável e obrigatório que esses eventos não sejam um fim em si mesmos, e que possam, de alguma maneira, somar. Isso ocorre quando o poder público tira da inércia, típica dos espectadores, os que apenas observam absortos vultos da realidade, e os lança a condição de atores sociais, consciente de si, do que os cerca e, por isso, capazes de gerar expectativas para si e para sua cidade. Há alguns anos a prefeitura subsidiava times milionários de basquete e vôlei, mas não se preocupou em desenvolver, paralelamente, escolas de iniciação esportiva para acolher crianças e jovens afoitos pela presença de tantos ídolos. Campos é uma cidade que propositalmente ignora de forma solene seus nativos e ou momentos históricos de marco e projeção nacional. Querem, talvez, fazer jus a máxima que diz que um povo que não conhece sua história, não compreende seu presente ou pensa e projeta o seu futuro, criando terreno anônimo, amorfo e por isso fértil, para que possam fazer grassar o bacanal administrativo. Não há absolutamente nada em Campos que demonstre que essa foi a primeira cidade da América Latina a receber luz elétrica, pelo contrário, o breu domina ruas e idéias. A livraria mais antiga do país está aqui, e em 164 anos de história não pode se dar ao luxo de vender apenas livros. Didi, o “Príncipe Etíope”, certamente deu sua primeira “folha seca” nessa planície: é um ilustre desconhecido em sua própria terra natal. José do Patrocínio, Nilo Peçanha, Álvaro Vieira Pinto, José Cândido de Carvalho percorreram o mesmo caminho, lembrados, talvez, entre um cruzamento ou outro e um prédio em decomposição. Resgatar e preservar a memória cultural de um povo é criar e sedimentar sua identidade, mantendo acesa a chama da esperança em dias melhores, na certeza que a pasmaceira atual é só mais uma página dentre os altos e baixos de sua história. Para não dizer que não falei de flores e apenas teci um rosário de lamentações e ranzinices, algumas sugestões: - Informatização do acervo da biblioteca do Palácio da Cultura, ainda feito de forma manual e recentemente inacessível porque, pasmem, o famigerado caderninho sumiu. - Resgatar e valorizar os nomes da terra. - Criação em calendário fixo de olimpíadas culturais. - O mesmo em relação à prática esportiva, promovendo torneios entre escolas municipais. - Políticas de incentivo à leitura nas escolas da rede pública. - Participação junto à iniciativa Privada, na criação e democratização do acesso às escolas de música e teatro. - Estruturação das quadras poliesportivas dos bairros, com educadores físicos desenvolvendo atividades diariamente. - Ônibus climatizado, levando biblioteca ou cinema móvel para os distritos e bairros mais periféricos e carentes. - Manutenção e ampliação da Bienal do Livro com distribuição gratuita de vale-livro. - Incentivar a manifestação popular, como os blocos de carnaval, não com recursos pomposos, mas infra-estrutura, segurança e todo aparato necessário para uma festa decente, deixando a criação da folia do carnaval clássico (pequenos blocos, marchinhas, boi pintadinhos), como sempre ocorreu, a cargo da comunidade. - Descontos no IPTU como contrapartida financeira, no incentivo à conservação da rua ou participação na coleta seletiva. Educação ambiental e cívica são instrumentos de formação cultural e formulação de uma nova mentalidade. São pequenas ações que podem contribuir para uma virada de página, reescrita, incansavelmente, reeditando os mesmos erros há alguns bons anos. Bruno Lindolfo PS.: Atualização às 20:20: Na postagem inicial o blogueiro e não o autor trocou o título em latim, ao invés de digitar Panis, digitou Panit, agora corrigido.