quinta-feira, abril 30, 2009

Emir Sader no Sindipetro-NF, hoje, em Macaé

O sociólogo e cientista político Emir Simão Sader fará palestra hoje acontece às 18 horas, no Teatro do Sindipetro, que fica na Rua Tenente Rui Lopes Ribeiro, 257, Centro. O evento é parte da comemoração pelo Dia do Trabalhador. O tema será “O trabalhador e a crise”. “Emir Simão Sader é graduado em Filosofia pela USP, mestre em filosofia política e doutor em ciência política por essa mesma instituição. Nessa mesma universidade, trabalhou ainda como professor, inicialmente de filosofia e posteriormente de ciência política. Trabalhou também como pesquisador do Centro de Estudos Sócio Econômicos da Universidade do Chile e foi professor de Política na Unicamp. Atualmente, é professor aposentado da Universidade de São Paulo e dirige o Laboratório de Políticas Públicas (LPP) da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, onde é professor de sociologia. É autor de "A Vingança da História", entre outros livros”. “Pensador de orientação marxista, Sader colabora com publicações nacionais e estrangeiras e é membro do conselho editorial do periódico inglês New LeftReview. Presidiu a Associação Latino-Americana de Sociologia (ALAS,1997-1999) e é um dos organizadores do Fórum Social Mundial e tem vínculos estreitos com o Partido dos Trabalhadores”.

2 comentários:

Anônimo disse...

Aplausos para quem teve a coragem de abrir um bar em plena crise, pagando R$ 12000,00 de aluguel na pelinca?
É muito fácil de explicar. O dinheiro deve estar sobrando ou não sendo ganho com o suor do trabalho, não tem o menor problema em gasta-lo.
A coragem não é no dinheiro investido mas sim em mostrar para o povo campista que eles "podem".
São todos farinha do mesmo saco e começam desde novo!

Antonio Fernando disse...

Que beleza de palestra será sem dúvidas esta do Emir Sader! Torço para que o sindicato consiga viabilizar uma em Campos também.
Aproveito para registrar minha estranhesa pelo comentário sobre o tal bar na Pelinca. Nada contra o comentário em si. Mas está no lugar errado. O que tem a palestra do Emir com isso? Diretamente nada.