sábado, maio 18, 2013

LLX decide fechar escritório em SJB

O blog teve a informação sobre o fechamento do escritório da LLX, na sede do município de São João da Barra. O escritório funciona desde 2008, na rua São Benedito, perpendicular à Thomaz de Aquino, no centro de São João da Barra.

O blog considera este um símbolo importante para o município de São João da Barra, sede do empreendimento do Complexo do Açu.

Por considerar que esta informação tem desdobramentos importantes, tanto sob o ponto de vista político (e simbólico) quanto político e econômico, o blog fez questão de entrar em contato ontem com a Assessoria de Imprensa da LLX para confirmar a informação.

Na noite de ontem, sexta-feira (17/05) recebeu a resposta:

"Roberto, tudo bem?Conforme falamos ao telefone, o escritório da LLX em São João da Barra não está fechado porém o planejamento é de mudança de todas as equipes para o empreendimento.
Qualquer duvida estou a disposição.
Sds."


A informação oficial da LLX confirma então o fechamento do escritório na sede do município, embora, negue que o fato tenha relação com a reestruturação o grupo EBX, como forte repercussão, especialmente, na OSX. Assim, a LLX confirma o fechamento, como decisão de um planejamento anterior, que prevê a concentração das atividades nas instalações junto ao Porto do Açu, na localidade do mesmo nome.

A fonte do blog informou ainda que muitos trabalhadores da LLX que atuavam no escritório, na sede do município em SJB, já tinham sido transferidos para a área administrativa do Porto do Açu. Isto foi confirmado pela Assessoria de Imprensa que disse que o encerramento das atividades do escritório na sede em SJB deve levar um tempo um pouco superior a trinta dias, mas efetivamente acontecerá.

O fato pode não estar relacionado à crise e aos cortes de despesas do grupo, com orientação do Banco BTG Pactual, mas, efetivamente representa, um esvaziamento das intenções do município, em relação ao empreendimento no antigo 5º Distrito.

É um fato mais que simbólico a ser considerado em todo este processo de implantação do Complexo do Açu. Continuemos acompanhando.

4 comentários:

Anônimo disse...

Agora os "ambientalistas" e "intelectuloides" devem estar satisfeitos.

O pior é que, além do desemprego, ficará tudo abandonado.

O Açu voltará a ser o que era: UM NADA em termos econômicos.

Vão agora degustar nos bares, beber e comentar o feito obtido. Os ferrados que se danem!

Anônimo disse...

Deus te ouça, jovem comentarista anônimo das 9:48PM.

Jean Paul Haddad disse...

Se o senhor Eike Batista tivesse planejamento, foco e seriedade, estaria focado na compra das terras antes da especulação portuaria, depois construiria um portp de menor para ai sim ir ampliando, todavia sua pluralidade de investimentos o levou a ruína.

Anônimo disse...

a maioria dos funcionários desse escritório foi demitida! os poucos q sobraram foram para o Açu... é bem simbólico sim! são escritórios com objetivos diferentes... mto triste...