sexta-feira, outubro 31, 2014

Consumidor ou informação volúvel?

Do meu amigo professor José Carlos Salomão em seu perfil no Facebook:

"Deu no Valor Online dois dias ANTES do 2º turno: -> 24/10/2014 às 08h29:

"Índice de confiança do consumidor atinge menor nível desde 2009".

Agora 4 dias APÓS o 2º turno: -> 30/10/2014 às 16h10:
"CNI: Confiança do consumidor sobe em outubro pelo 2º mês seguido".

Como o consumidor é volúvel..."

Desce o pano!

quinta-feira, outubro 30, 2014

Ônibus ou trem? Breves considerações sobre a realidade na Espanha e no Brasil

No Brasil sempre reclamamos da opção errada que o país fez lá atrás como alternativa para o transporte público de massa nas médias, grandes cidades e nas regiões metropolitanas.

Aqui na Espanha, o setor de ônibus (autobús) informa em matéria na parte de economia do El País, que não se resigna em chamado de “primo pobre” (“pariente pobre”) do transporte público, relegado e atrás de outros meios de transporte. A indústria de transporte por estradas “carreteras” se sente desvalorizada por parte dos governos e opinião pública.

Segundo a União Europeia (EU), em 2013, os ônibus levaram mais passageiros que o trem. Segundo os empresários do setor o usuário regular de ônibus valoriza o serviço e tem a seu favor a modernização dos ônibus.

Assim, a Espanha teria a frota mais jovem da UE depois da Holanda, quando teriam gastos 490 milhões de euros (cerca de R$ 1,5 bilhão) ao ano para renovar a frota, o que os empresário alegam ser um ponto forte frente aos trens no país.

É bom lembrar que a Espanha enquanto país tem uma área total um pouco menor que a nosso estado de Minas Gerais (586 mil Km² x 504 mil km² Espanha) e uma população próxima do estado de São Paulo (44 milhões x 47 milhões na Espanha).

O assunto está sendo discutido em Madri, desde ontem, 28 e vai até sexta, 31 de outubro, na 12ª edição da Feira Internacional de ônibus e carros (FIAA) que atraiu 170 empresas de 18 países.

Uma das novidades desta feira é um ônibus totalmente elétrico da empresa espanhola Irizar que concorre com modelos da Mercedes Benz e Volvo que postam em modelos híbridos (diesel e elétricos).

Interessante observar que na Espanha a maior parte do transporte ferroviário (trens e metrôs) tem gestão e organização pública e funciona muito bem. A estrutura de vias, composições e estações são bem mantidas, têm uma regularidade britânica e, com as vias e trens de alta velocidade (AVE) concorrem não apenas com ônibus, mas, com o transporte aéreo com vantagens.

É muito ruim que tenhamos feito esta opção no passado e hoje temos que aceitar como ótimas soluções, os sistemas chamados BRS e BRT de corredores exclusivos de ônibus como os ideais, segundo interesses articulados que envolvem agentes internos e externos, de financiadores tipo Banco Mundial e Bird.

A desmontagem do setor ferroviário no Brasil com desativação da empresa ferroviária pública, dos fabricantes de máquinas e vagões, gerando a perda da experiência dos técnicos em projetos e manutenção, que também pararam de ser formados torna na atualidade, alguns esforços de retomada dos projetos de transporte ferroviário, mais caros proporcionalmente do que se tem em outras partes do mundo. E o fato não pode ser atribuído exclusivamente, a licitações fraudulentas e altos lucros desejados pelos empreendedores.

Verdade que não se pode deixar de registrar os esquemas de corrupção, recentemente divulgados no estado de SP (conhecido como trensalão) com a participação da Siemens alemã, Alstom francesa e outras, lembrando se tratar de São Paulo como um dos poucos estados a manter uma base de transporte ferroviário, mesmo que bem aquém das necessidades de sua população, majoritariamente ainda atendida por ônibus.

Como sabemos os problemas a questão da mobilidade urbana e do transportes públicos, em termos de quantidade e qualidade e foi um dos temas que gerou as grandes manifestações de junho de 2013 no Brasil. O assunto prosseguiu com debates no processo eleitoral recém encerrado.

Desta forma, o assunto continua em voga, enquanto no Brasil os empresários do setor reunidos em cartel continuam sem ter muito do que reclamar, a não ser e como sempre a vontade de mais lucros, numa razão inversa dos passageiros.

Por tudo isto, o meu espanto com a chiadeira de “patinho feio” do setor de transporte rodoviário aqui na Espanha. Não conheço o assunto em detalhes, mas não poderia deixar de trazê-lo ao debate a partir da reportagem e da realidade que se vê no cotidiano espanhol.

Ao final, relembro que não se trata de uma opinião de um "euro-centrado", daqueles que tanto combato que acham que tudo do exterior é bom e a nossa realidade ruim e periférica. Porém, a apresentação de um fato por parte de quem também julga pouco inteligente que não se observe como as coisas funcionam, mesmo em realidades tão distintas entre os trópicos, de forma a que se busque avançar, sem precisar, em todos os casos reinventar a roda, ou aprender apenas com os seus erros.

Com a palavra os entendidos no assunto e sigamos em frente!

quarta-feira, outubro 29, 2014

Evolução da erosão na Praia do Açu e acúmulo de sedimentos no T2

Abaixo o blog publica um vídeo elaborado pelo Denis Freitas Toledo, morador do Açu sobre o problema. Denis é técnico e pequeno empresário e se destaca na defesa do que considera ser direitos da comunidade do Açu.

Denis Toledo, participou ativamente das diversas audiências públicas sobre os empreendimentos, debateu sobre a potencialidade e sobre os impactos que deveriam surgir com a implantação do Porto do Açu e das empresas que junto estão vindo para a localidade. Nesta linha, ele mostrado preocupação especial com a erosão e o avanço do mar sobre o balneário de Barra do Açu.

Foi com este propósito que ele elaborou e montou o clipe abaixo mostrando como o acúmulo de sedimentos (areia) junto ao molhe (quebra-mar) do Terminal 2 (T2) do porto do Açu, a grande erosão que vem ocorrendo em "escala nunca vista pelos moradores da Praia do Açu desde que se iniciou a construção dos grandes quebra-mares para proteger o empreendimento". Sobre o assunto ele tem repetido que "é bom lembrar que isso já era previstos nos Estudos de Impacto Ambientais e estão descritos claramente no RIMA apresentado para o licenciamento".

Confiram o vídeo que tem pouco mais de 3 minutos. Ele mostra de forma evidente os impactos previstos inicialmente. Cabe à empresa, ao Ministério Público Federal e a Prefeitura de São João da Barra, na condição de autoridades a busca de soluções para o problema.

Por tudo o que está se percebendo o problema tende a aumentar à medida que se avança na construção do quebra-mar com a instalação de novos caixões conforme foi informado ontem pela própria empresa responsável pelo porto, a Prumo Logística Global S.A. em nota que o blog publicou aqui neste espaço.

O debate agora deve ser sobre as Políticas Públicas!

Posso compreender ainda algumas reações mais calorosas e até extremadas, sobre o resultado eleitoral do domingo e seus significados. Aquelas preconceituosas e quase fascistas eu tenho mais dificuldades, mas, ainda assim, eu penso que se deve dar um desconto daquilo que se acaba dizendo sem muita convicção.

Aprendi razoavelmente cedo no campo da mediação política que os vencedores precisam ser "magnânimos" no melhor sentido da expressão, e não da soberba por parte dos ganhadores, ou da presunção, sobre os vencidos.

Magnânimos no sentido de que é preciso absorver as reações. Buscar diálogo verdadeiro e bem intencionado. Afinal, aos vencedores cabe a ação do fazer, do realizar, do negociar alternativas, etc.

Verdade que se o vencido não quer conversa, diálogo e construção, apenas remar contra a situação é mais difícil, mas, ainda assim, a sinalização e a disposição têm que ser do vencedor.

Nesta linha, não cabe mudar o que que foi proposto e pelo qual o ganhador foi escolhido, senão teríamos traição, logo, a busca de alguns consensos vale no sentido de buscar acordos em pontos onde eles sejam possíveis.

Este deve ser o clima daqui por diante. Há muito por ser feito em nosso país internamente. No plano externo, a imagem do país continua sendo muito boa, a despeito de velhos interesses de setores que pensam exclusivamente em seus negócios e lucros.

A inclusão social vai além da renda mínima e do emprego. A educação é um campo enorme de trabalho diuturno e de resultados de longo prazo.

A saúde é uma área complexa, com nosso modelo híbrido (público-privado) com muitos interesses cruzados, mas, com muita coisa para ser feito em benefício da população, porque é um setor, como poucos, quase só lembrado pela falta do que pela oferta.

Enfim, continuemos sim a debater a política, porque isto é salutar e não o silêncio dos cemitérios, mas, sob a ótica das políticas públicas e não no plano da disputa eleitoral.

Encerro pelo início, os vencedores têm mais motivos que os derrotados em assim fazer. Caminhemos para construir juntos, um país do qual possamos cada vez nos orgulhar mais. Esta é a tarefa daqui por diante! Sigamos em frente!

terça-feira, outubro 28, 2014

Prumo informa sobre carregamento e outros dados da implantação dos terminais do Porto do Açu e lançamento de novas ações

Em release da Assessoria de Imprensa, a Prumo Logística Global S.A. sucessora da LLX fornece diversas informações sobre a implantação e funcionamento dos terminais do Porto do Açu, além de fazer marketing do empreendimento. Abaixo o blog resume algumas informações.

Antes, porém, registra a estranheza que a empresa FerroPort (joint-venture formada pelas empresas Anglo American e Prumo Logística) para as operações do mineroduto e da unidade beneficiamento com filtragem da pasta vinda de MG e pelo embarque no terminal 1 do Porto do Açu, não seja referida neste primeiro embarque, já que a manifestação ocorreu isoladamente, antes pela Anglo e agora pela Prumo.

As informações:

1) Instalação do Centro de Controle Operacional do Tráfego Marítimo (CCOTM), o equipamento funciona como um scanner 360º e detecta, em tempo real, embarcações de pequeno porte dos mais diversos tipos, como barcos de apoio e de pesca, além de surfistas. O radar tem alcance de cerca de 25 milhas náuticas de distância, equivalente a 50 quilômetros. O Porto do Açu é o primeiro porto brasileiro a contar com o sistema, que fornece uma série de informações como localização, velocidade, porte, calado, tipo de carga e bandeira das embarcações. O monitoramento é realizado por meio de câmeras de vigilância e sensores, que recebem dados que permitem monitorar e controlar o tráfego marítimo.

Comentário do blog: O detalhe de que o scanner detecta barcos de pesca e surfistas e embarcações menores, parece mais um alerta de segurança de uma atividade que parece de responsabilidade da Capitania do Portos e da Marinha.

2) Informa sobre a conclusão em setembro da construção do cais do Terminal Multicargas (TMULT), terminal próprio, que possui 500 metros de extensão e 14,5 metros de profundidade. O terminal, que irá movimentar carga geral de empresas instaladas no porto e outros clientes, aguarda as autorizações para início de operação, previsto para o primeiro semestre de 2015. A capacidade de movimentação do TMULT, na primeira fase, é de aproximadamente 4 milhões de toneladas de granéis sólidos e carga geral. (Vide segunda foto abaixo)

3) Sobre o Terminal 2, a Prumo informa a fabricação do último bloco de concreto que irá formar o quebra-mar do T2, que será composto por 42 blocos no total. Eles foram produzidos pelo Kugira, equipamento para produção de caixões de concreto do da empresa espanhola Acciona, que estava no Porto do Açu desde 2012. A previsão é que a construção do quebra-mar do T2 seja concluída no início do ano que vem. (Vide terceira foto abaixo)

4) A Prumo informa que o Porto com dois terminais, um offshore T1, e um onshore, o Ts terá m total de 17 km de píeres que poderá, segundo a empresa receber até 47 embarcações simultaneamente.

5) O T1 é composto por uma ponte de acesso com 3 quilômetros de extensão, píer de rebocadores, 9 píeres para movimentação de minério de ferro e petróleo, canal de acesso e bacia de evolução. O terminal contará na sua totalidade com 4 quilômetros de cais. O T2 está instalado no entorno de um canal para navegação, que conta com 6,5 km de extensão, 300 metros de largura e profundidade de até 14,5 metros. No local estão em andamento às obras para construção do canal de acesso, bacia de evolução e a implantação da linha de transmissão. Com mais de 13 quilômetros de cais, o T2 irá movimentar carga de projetos, coque, bauxita, veículos, granéis sólidos, carga geral e petróleo.

Comentários do blog: Há quem questione sobre a profundidade de "até 14,5 metros do canal do terminal T2 que segundo a empresa terá 13 quilômetros de cais. Também há ainda que ser esclarecida que empresas movimentarias estas cargas citadas pela Prumo: coque, bauxita, veículos, granéis sólidos, carga geral e petróleo. Especialmente "veículos".

Estranho ainda que a Prumo não faça nenhum comentário sobre o Consórcio Integra que atua na construção e montagem naval com módulos de plataformas, tipo FPSO, na entrada do canal do terminal T2, que é um empreendimento consorciado entre a Mendes Junior e a OSX. 

Além disso, nada é citado sobre as negociações entre a OSX e a Prumo (ex-LLX) sobre o arrendamento de grande área junto ao terminal 2, que tinha a função de abrigar a Unidade de Construção Naval (UCN), ou estaleiro da OSX, que teve as obras suspensas depois da crise da empresa e de todo o grupo EBX. Consta que a Prumo assumiria e reandaria esta área para outro estaleiro, considerando a recuperação judicial da OSX e das dívidas de aluguel desta com a Prumo (ex-LLX).

Abaixo o blog publica três das seis fotos enviadas junto ao release referentes ao porto, sendo a primeira sobre o primeiro embarque do minério de ferro no navio Sky Light, no último sábado, dia 25 de outubro, antes de zarpar para o Rio e depois a China. A segunda é do terminal Multicarga citado no item 2 e a terceira foto mostra atual realidade da implantação do Terminal T2 do Porto do Açu.

PS.: Atualizado ás 18:24: Em novo release agora às 18:12, a empresa Prumo Logística divulga que iniciou hoje, o início da operação de aumento de capital da companhia, no valor mínimo de R$ 455 milhões e máximo de R$ 650 milhões, com ações a serem emitidas a R$ 0,65 por ação. A previsão é que sejam emitidas no mínimo, 700 milhões e, no máximo, 1 bilhão de novas ações ordinárias.

Ainda segundo, a empresa, o objetivo do aumento de capital seria de "preparar a companhia para uma nova fase de investimentos em 2015, que compreenderá, principalmente, o desenvolvimento de novos terminais no Porto do Açu para movimentação de petróleo, cargas de projeto e granéis sólidos, além da expansão da infraestrutura básica no Distrito Industrial para atendimento a novos clientes. Além disso, a administração da Companhia busca sempre adequar sua estrutura de capital a fim de torná-la compatível com o perfil de maturação dos seus investimentos".









segunda-feira, outubro 27, 2014

Blog teve ontem 10 mil acessos

Como já é comum desde o ano de 2004, quando o blog foi criado, nos dias de eleição, o blog vê ampliar bastante a sua visitação diária.

Este ano, mesmo não estando no Brasil, mas acompanhando em detalhes o que acontecia no país, basicamente pela internet, por email, facebook ou whatsApp, foi possível trazer algumas informações para nossos colaboradores e leitores.

Há dez anos a apuração online da Justiça Eleitoral era acessada por poucos e nós ajudávamos a aumentar a velocidade de acesso aos números e, também a ir fazendo análises e prognósticos.

A cada eleição mais e mais pessoas têm acessos aos números instantaneamente, o que é muito positivo. Às vezes faltam dados locais e desagregados dos gerais. E todo mundo gosta de saber o que aconteceu especificamente no seu local de votação, seu bairro e sua cidade.

No segundo turno as eleições são apenas para os cargos majoritários, então o interesse é diverso, não menor. Assim, as informações de dados agregados são mais acessados. Ainda assim falta análise.

É um exercício interessante este de ir fazendo divulgação de alguns dados, ao mesmo tempo que se tenta arriscar análises e o que pode estar acontecendo, se no minuto posterior tudo muda.

Fazer isto de fora do país, com informações de televisão e rádio apenas pela internet é mais complexo e uma experiência interessante e nova.

Por tudo isto, com o interesse em saber (e assim também compartilhar impressões sobre o que estava acontecendo) é que decidimos tentar repetir o que já fizemos nas eleições anteriores.

Assim, o blog teve ontem, um total de 9.894 acessos, cerca do triplo da média de visitas diárias deste blog. O mais interessante foi verificar que o pico destes acessos, cerca da metade, aconteceu entre 19 e 20 horas de ontem. Para um blog de atuação mais regional que nacional este parece um número razoavelmente expressivo.

Outro dado interessante é observar que isto não leva em conta os acessos e as leituras feitas a partir do facebook, considerando que a maioria das postagens estavam replicadas nas duas bases de acessos, sabendo que a contagem ou curtidas no FB é difícil (impossível) de ser mensurada, porque é estranho ver que notas dadas ontem, ainda hoje, depois de toda apuração estar concluída e digerida, ainda estão sendo curtidas, comentadas, etc.

Outra reflexão para encerrar é que cada vez mais há mais demandas por análises e reflexões sobre todo o processo, sobre projeções, repercussões e articulações entre os diversos fatos que vão se sucedendo e sendo divulgados e repassados de maneira até podemos dizer, caótica.

Assim, eu vejo que cada vez é menos importante a informação chamada de "primeira mão", porque no caso da apuração, a fonte é igual e a mesma para todos, a Justiça Eleitoral, mas, a análise de seus diversos significados, é diversa tanto por região, por posição política, etc.

Neste processo, é ainda interessante observar, que a correria e a pressa continuam sendo inimigas da qualidade (não cabe falar de perfeição). Esta é a tendência. E isto vale para refletir também sobre a qualidade, confiabilidade e credibilidade das análises.

Só que aí já entramos num terreno que certamente foi um dos mais discutidos deste processo eleitoral e não pretendemos neste post trazer esta discussão, mesmo reconhecendo que ela permeia muito toda a questão política e também da informação e das comunicações no país.

Enfim, agradeço mais uma vez aos colaboradores que nos ajudam na coleta e disponibilização das informações, mas também nos comentários e nos debates suscitados pelas notas que acabaram gerando novas informações, novos comentários e debates num ciclo bastante interessante.

Obrigado e sigamos em frente!

Dois registros no entorno do Porto do Açu

O primeiro mostra uma boia de sinalização da entrada do canal do terminal 2. A boia se soltou e na tarde de ontem estava jogada na praia do Açu.

A segunda imagem mostra o avanço da montagem de módulos da plataforma (FPSO - P-70) pelo Consórcio Integra (Mendes Jr. e OSX) no píer do canal Terminal 2.

Recentemente uma paralisação de funcionários do Consórcio Integra aconteceu em função de anúncios de demissão, atraso de salários e descoordenação entre a montagem deste e outros módulos em outro estaleiro (Itajaí, SC) que depois redundarão na integração de mais uma plataforma, tipo FPSO, para atuar na produção de petróleo no litoral brasileiro.
Fotos: Denis Freitas Toledo.



1º Embarque de minério gera R$ 400 mil de ISS para SJB

Com o primeiro embarque de minério de ferro já realizado (veja foto ao lado do navio Sky Light saindo carregado no sábado, 25 de outubro de 2014 do Porto do Açu), pode-se estimar as contas do valor de imposto a ser arrecadado pelo município de São João da Barra, apesar do carregamento ter sido obrigado a passar na aduana do Porto do Rio, antes de se dirigir à China.

A alíquota de serviços portuários, o Imposto Sobre Serviços (ISS) é de 2,5% em SJB. Segundo a própria Anglo American (o comunicado citado na nota baixo não foi da FerroPort, empresa, joint venture entre Prumo Logística e a 
Navio Key Light partindo carregado  de minério de ferro
do Porto do Açu, no dia 25 de outubro de 2014
Anglo American) foi embarcado cerca de 80 mil toneladas de minério de ferro. (Veja aqui nota anterior do blog)

Considerando o valor da tonelada de minério de ferro no mercado internacional, preço de setembro em US$ 82,27 (Index Mundi), se pode chegar a uma estimativa de faturamento de R$ 15,7 milhões. Assim, com a alíquota de de ISS de 2,5%, o município de SJB estará arrecadando, apenas com este primeiro carregamento, a quantia aproximada de R$ 400 mil. (R$ 394,8 mil).

Um bom dinheiro considerando que outros navios estão chegando para outros carregamentos. Bom que a população de SJB possa discutir e decidir para onde deveria ser encaminhado este dinheiro, assim como, os recursos dos royalties do petróleo.

Assim, as duas principais fontes de receita do município são oriundas da extração mineral, uma no litoral e outra no estado de Minas Gerais, beneficiada e carregada no terminal portuário do Açu. A localidade onde está o Porto Açu está localizado tem grande demandas. Seria uma boa oportunidade e até simbólico que o poder público anunciasse políticas públicas para aquela comunidade de cerca de 2 mil moradores.

Professora e pesquisadora da UFF questiona desenvolvimento para a comunidade com o início das atividades do Porto do Açu

O blog recebeu da professora e pesquisadora da UFF Ana Costa, que também é assistente social e doutorando em Serviço Social pela UERJ o questiomento e a reflexão sobre o início das atividades do Porto do Açu a partir de nota que publicamos abaixo. Assim, o blog expõe seu ponto de vista e seu valioso questionamento:

"Enquanto os representantes do capital comemoram, do outro lado, trabalhadores e atingidos pelas violações e violências provocadas por estas empresas só tem a denunciar e lamentar a devastação da natureza; a expropriação de seus instrumentos de trabalho, como a terra de cultivo para a maioria deles; a poluição das águas potáveis; a mortandade de peixes; a destruição de um modo de vida, que tem na terra, nos rios e na natureza de um modo geral, suas referências; o adoecimento e morte dessas pessoas que convivem no seu dia a dia com o sequestro de suas perspectivas e projetos de vida. Tudo isso em nome do processo de acumulação capitalista vigente, que alguns ainda insiste em chamar de progresso, de desenvolvimento.
Vamos em frente."

Anglo American só agora confirma 1º embarque de minério para a China pelo Porto do Açu

Em email que a Assessoria de Imprensa da Anglo American acaba de enviar ao blog, a mineradora confirma também que o navio Skey Light zarpou no sábado do Porto do Açu, em direção à China com "mais de 80 mil toneladas de minério de ferro", passando antes no Porto do Rio de Janeiro para desembaraço aduaneiro, como informamos ontem em nota aqui no blog.

Nesta nota também informamos que outras embarcações estão previstas para atracação no Porto do Açu nestas próximas semanas. Entre estes o navio SANTOS SUPPLIER previsto para atracar às 00:45 desta segunda feira, assim como o FAR SOVEREIGN, também previsto para atracar às 01:26 também da madrugada de domingo para segunda-feira (27-10-2014).

O Santos Suplier tem bandeira brasileira, foi construído em 2009, tem dimensões de 84 m x 18 metros e IMO 9497139. Ele zarpou do Porto do Rio de Janeiro, ontem, às 22:29 em direção ao Açu.
Outros navios que deverão atracar no Porto do Açu proximamente: NAVION GOTHENBURG; CBO CAROLINA e NOBLE PHOENIX.

Na quinta-feira, 22 de outubro de 2014, o blog informou aqui sobre a atracação da primeira embarcação a fazer embarque de minério no Porto do Açu. A imagem ao lado divulgado na nota registrou este momento.

Confiram abaixo o release da Anglo American:

Anglo American realiza primeiro embarque de minério de ferro do Projeto Minas-Rio

"A Anglo American anuncia o primeiro embarque de minério de ferro do Projeto Minas-Rio, dentro do prazo e do orçamento previamente informados. O primeiro navio com mais de 80 mil toneladas de minério de ferro para o mercado de pellet feed foi carregado no terminal dedicado de exportação de minério de ferro no Porto do Açu, Rio de Janeiro, no dia 25 de outubro, e a embarcação está atualmente a caminho da China.

Mark Cutifani, presidente global do Grupo Anglo American, disse: “A realização do primeiro embarque de minério de ferro do Projeto Minas-Rio é uma grande vitória do nosso time e um dos três principais compromissos com nossos acionistas este ano. O Minas-Rio é um depósito mineral excepcional em termos de escala e qualidade, o que nos permitirá disponibilizar pellet feed da mais alta qualidade no mercado para nossos clientes no Oriente Médio e Ásia, proporcionando-nos uma clara vantagem competitiva. Apesar do cenário desfavorável de preços que vivemos no momento, a característica integrada do Sistema Minas-Rio, da mina ao porto, nos garante custos operacionais atrativos e nos permitirá manter uma posição competitiva a longo prazo.”

Paulo Castellari, presidente da Unidade de Negócio Minério de Ferro Brasil da Anglo American, acrescentou: “Estamos muito contentes com a realização do primeiro embarque do Projeto Minas-Rio e essa é uma prova do grande esforço e dedicação de todo o time, incluindo nossas empresas contratadas, fornecedores, parceiros e o apoio das autoridades reguladoras e do governo no Brasil ao longo dos anos. Nosso foco daqui em diante é alcançarmos nossa capacidade de produção anual de 26,5 milhões de toneladas de minério de ferro nos próximos 18-20 meses, e na manutenção de licenças e de autorizações necessárias à medida que avançamos na nossa operação.”

Sobre o Projeto Minas-Rio
Um dos principais empreendimentos globais da Anglo American, o Minas-Rio atingirá uma capacidade anual de produção de 26,5 milhões de toneladas de minério de ferro. O projeto inclui uma mina de minério de ferro e unidade de beneficiamento em Conceição do Mato Dentro e Alvorada de Minas, em Minas Gerais; o maior mineroduto do mundo, com 529 km de extensão e que atravessa 32 municípios mineiros e fluminenses; e o terminal de minério de ferro do Porto de Açu, no qual a Anglo American é parceira da Prumo Logística com 50% de participação, localizado em São João da Barra (RJ).  

Sobre a Anglo American
A Anglo American plc. é uma das maiores companhias de mineração do mundo, com sede no Reino Unido e ações negociadas nas bolsas de Londres e Joanesburgo. Seu portfólio de negócios atende às diferentes necessidades dos clientes e abrange commodities de alto volume – minério de ferro e manganês; carvão metalúrgico e carvão mineral; metais básicos e minerais – cobre, níquel, nióbio e fosfatos; e metais e minerais preciosos – nos quais é líder global em platina e em diamantes.

A Anglo American é comprometida com a realização de um trabalho alinhado aos seus stakeholders - investidores, clientes, parceiros e empregados - para criar valor sustentável que faz a diferença, respeitando os mais altos padrões de segurança e responsabilidade em todos os seus negócios e localidades. As operações de mineração, projetos de expansão e atividades de exploração da empresa estão presentes no sul da África, América do Sul, Austrália, América do Norte, Ásia e Europa.

A empresa atua no Brasil desde 1973 e hoje está presente no País com quatro produtos: minério de ferro, com o Minas-Rio, o maior projeto de exploração de minério de ferro em desenvolvimento no mundo; níquel, com operações nos municípios de Barro Alto e Niquelândia, em Goiás; fosfato, com as operações nos municípios de Ouvidor (GO), Catalão (GO) e Cubatão (SP), e nióbio, presente nos municípios de Catalão e Ouvidor, em Goiás."

domingo, outubro 26, 2014

Dilma: "Esta filha tua novamente não fugirá à Luta!"

A presidenta Dilma fez hoje, o seu melhor discurso da Dilma em todo este período desde que chego ao cargo. Encerrou assim: "esta filha tua novamente não fugirá à Luta!"

Um momento de emoção e de alegria. E mais disse sigamos em frente!

Dilma falou de povo, de mudanças, de combate à corrupção, etc. Pregou a União e o diálogo de forma segura e simpática.

Não é fácil para ela substituir Lula com o seu carisma e sua história de vida. A vitória sofrida e só com o povo contra os poderosos faz dela agora, mais que antes, uma liderança e não um "poste" como em tom jocoso durante todo este período tentaram linchá-la.

Passamos a uma nova fase no modelo que resiste ao neoliberalismo e que superou com galhardia e coragem o golpe midíatico, junto com o povo, o maior protagonista desta etapa e lhe concedeu um novo e importante mandato.

Sigamos avançando em frente!

Dilma reeleita com mais de 3 milhões de votos de diferença

É a quarta vitória do PT seguida nas eleições nacionais.

Uma vitória nem tão apertada, mas, contra muitos e poderosos.

A grande derrotada é a mídia comercial. Mais até do que o próprio PSDB.

Dilma na reta final ficou com o povo mais até do que com o seu partido.

O povo é o maior protagonista desta vitória de Dilma.

A vitória que reafirma um modo de governar e rechaça o modelo neoliberal.

A diferença de quase 4% se não é grande não é também tão pequena.

Dilma de deve colocar água na fervura da oposição.

A vitória é insofismável.

A oposição tem que respeitar a regra do jogo e não aceitar o aceno da mídia golpista que parece pretender um terceiro turno.

Dilma só não pode nunca esquecer quem lhe deu sustentação e lhe deu a vitória: o POVO! O povo mais sofrido que quer mais políticas públicas, ascensão social e um estado que caminhe para o que se chama de Estado de Bem Estar Social.

Viva Dilma nossa presidenta por mais 4 anos!

Viva o Povo Brasileiro!

PS.: Atualizado às 20:40: Para passar a diferença de 2 milhões para 3 milhões de votos entre Dilma e Aécio.

É grande a tensão: Dilma 51,09% x 48,91%

Dilma está perto da reeleição numa eleição apertada, mas, como falta mais apuração no Nordeste Dilma já tem muita chances de ser reeleita.

Eleição estadual em Campos

Pezão 51,62% x 48,38% Crivella.

Informações do Granger Ferreira em seu perfil no FB.

Atualizado - Pezão tem 7.369 votos a mais que Crivella em Campos

Pezão- 117.658 votos.

Crivella – 110.289 votos.

A espera agora é só pelo Acre

A apuração do TSE já registra 81% dos votos apurados. Ainda restam 45 minutos para as 20 horas, mas, as informações do twiter são de que o comando petista da direção nacional já teria dito que se poderia começar a comemorar a vitória. O blog aguarda os números oficiais. 

TSE já registra apuração de 70% da eleição presidencial

Isto acontece uma hora antes do horário que o TSE previu para abrir os resultados.

Pezão reeleito embora a apuração esteja em 94%

Pezão tem 56% x 44%, 1% a menos que a boca de urna do Ibope.

Boca de Urna do Vox Populi: Dilma 54% x 46% Aécio

Boca de urna do Vox Populi, o único que apurou. Totais: Dilma 48% x 41% Aécio 41.

Votos Válidos: Dilma 54 % x 46% Aécio. 

As informações são que a diferença pró-Dilma em Minas é de 3 milhões de votos. Os resultados reais e online de outros estados confirmam as pesquisas o que permite dizer que não haveria mudança nas pesquisas com hipótese mais provável de que Dilma vença a eleição.

A conferir!

Deveremos conhecer o resultado de presidente de uma única vez às 20 horas

Pelas informações da apuração que em uma hora já contabilizava cerca de 1/3 do total, às 20 horas, quando o TSE abrir os resultado já deveremos ter praticamente o resultado final, ou, próximo disto. Preparem o coração!

Rio com 55% apurado: Pezão 57% x 43% Crivella


Resultados de algumas urnas em Campos dada 99ª ZE

O blog teve acesso a alguns 5 boletins de urnas (BU) da votação de hoje em Campos na 99ª Zona Eleitoral Turfe e IPS. Infelizmente, parte está ilegível, mas pelo que é possível identificar se vê uma ligeira diferença pró-Dilma: 281 x 275 Aécio. Assim, como no primeiro turno a maior diferença a favor de Dilma é em Guarus, o mais colégio eleitoral por região.


Com 25% apurado no Rio: Pezão 59,6 x 39,4% Crivella

Rollemberg do PSB no Distrito Federal é o 1º governador eleito hoje

Os percentuais de 98% das urnas: 55% x 45%.

Em menos de meia hora 80% da apuração do DF já foi feita

O resultado até aqui: Rollemberg (PSB) 54% x 46% Jofran Frejat (PR).

Atualizado às 17:32: No Rio só 6% apurados: Pezão 64% x 36% Crivella.

Pesquisa interna do PT prevê 30% de diferença pró Dilma em Pernambuco

No primeiro turno Marina ganhou no estado de Pernambuco com 48% dos votos. O resultado em Pernambuco tem um peso importante para todo o Nordeste, porque junto com o Ceará chegam mais da metade do eleitorado da região.

Não haverá pesquisa boca de urna para presidente

Como já havíamos antecipado na apuração do 1º turno não haverá divulgação de boca-de-urna para a eleição de boca de urna, por conta do fuso horário que só permitiria divulgação depois das 19 horas já com a maior parte das urnas provavelmente apuradas.

Atualizado às 17:18: Corrigindo, os números para presidente só começarão a ser divulgados às 20 horas.

Boca de Urna do Rio do Ibope: Pezão 57% x 43% Crivella

No primeiro turno eles erraram muito dando Garotinho no segundo turno. Agora, com apenas dois a conta é mais difícil de ser errada. Foram entrevistados: 5.000. Margem de erro: 2 pontos percentuais Vamos conferir!

No Distrito Federal:
Rollemberg (PSB) - 54% x 46% Jofran Frejat (PR).

Atualizado às 17:08.

"Eleitor cola tecla de urna em Goiás e é procurado pela Polícia Federal"

Do Valor Online a curiosidade de um pretenso "esperto":

"Um fato curioso marcou a votação em uma seção do município de Formosa, a cerca de 242 quilômetros de Goiânia. Um eleitor passou cola em uma das teclas da urna eletrônica, impedindo que ela fosse pressionada. O fato só foi percebido pelo eleitor seguinte, ao entrar na cabine de votação. Ele comunicou o ocorrido aos mesários e a urna foi trocada.

De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Goiás, o eleitor que colou a tecla da urna já foi identificado e está sendo procurado pela Polícia Federal por prática de crime eleitoral."

"Dois modelos se enfrentam nas urnas"

Em todo o lugar do mundo se sabe que hoje o Brasil está fazendo a escolha entre dois diferentes modelos.

Assim, veja na imagem abaixo o jornal espanhol "El País" que tem como uma das manchetes de capa: "Dos modelos se enfrentan hoy en las urnas - Rousseff y Neves encarnam las visiones de un país polarizado". 

A foto feita por Ildinha, por volta das 16 horas, na esquina da Gran Via de les Cortes Catalanes, com Rambla Catalunya. Aqui em Barcelona, as eleições já foram encerradas há cerca 50 minutos.

A matéria na íntegra pode ser lida aqui. Aqui você pode ler a edição Brasil do jornal com cobertura de todo o processo eleitoral brasileiro.




Navio Key Light já partiu do Porto do Açu. Outro navio chega nesta madrugada

O navio graneleiro de bandeira panamenha  Key Light que atracou na última quarta-feira, 22 de outubro zarpou ontem do Porto do Açu. Ele está atualmente próximo ao Rio de Janeiro.

O blog ainda não tem informações sobre o volume de minério que teria sido carregado pela empresa FerroPort (joint-venture entre Anglo American e Prumo Logística) no terminal 1 do Porto do Açu.
Abaixo o blog mostra um mapa com a localização do momento da embarcação que está chegando ao litoral do Rio de Janeiro.

Outras embarcações estão previstas para atracação no Porto do Açu nestas próximas semanas. Entre estes o navio SANTOS SUPPLIER previsto para atracar às 00:45 desta segunda feira, assim como o FAR SOVEREIGN, também previsto para atracar às 01:26 também da madrugada de domingo para segunda-feira (27-10-2014).

O Santos Suplier tem bandeira brasileira, foi construído em 2009, tem dimensões de 84 m x 18 metros e IMO 9497139. Ele zarpou do Porto do Rio de Janeiro, ontem, às 22:29 em direção ao Açu. (Veja ao lado uma imagem do navio)

Outros navios que deverão atracar no Porto do Açu proximamente: NAVION GOTHENBURG; CBO CAROLINA e NOBLE PHOENIX.

PS.: Atualizado às 15:38: A informação que o blog apurou é que como ainda não há aduana, e nem alfândega de Autoridade Portuária instalada no Porto do Açu, o desembaraço está demandando a passagem no Porto do Rio de Janeiro para fiscalização da Receita Federal.