quarta-feira, maio 13, 2015

Segundo a Reuters em novembro a Petrobras já deve usar base portuária da Edison Chouest no Porto do Açu

Como o blog vem comentando e acompanhando, a Petrobras, diante da demanda por base de apoio portuário para as atividades de exploração de petróleo no litoral fluminense e capixaba, começará antes do esperado a usar a base portuária que a estatal contratou, após licitação com a empresa americana, Edson Chouest Offshore (Eco).

As obras da base junto ao Terminal 2 do Porto do Açu, controlado pela Prumo Logística Global S.A.  continuam, embora em ritmo relativamente lento, como a construtora paranaense Stein. A Edson Chouest já fez contratações de pessoal para começar a organizar sua base no Porto do Açu.

Abaixo a matéria divulgada há pouco pela agência de notícia Reuters. Ao lado o blog publica imagem aérea (Nota do log em 13 de abril de 2015 - veja aqui) mostra a área junto ao terminal 2 do Porto do Açu, onde a Edson Chouest constrói a sua base.

Abaixo da matéria da Reuters o blog republica o projeto da base portuária de Edson Chouest junto ao Porto do Açu, reproduzindo outra nota do blog em 21 de novembro de 2014. Veja aqui:


"Petrobras deve começar a usar infraestrutura do porto de Açu em novembro"
quarta-feira, 13 de maio de 2015 13:11 BRT

"Segundo o executivo, a Bolognesi poderia entrar com uma térmica já no próximo leilão."

"RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Petrobras deve começar a utilizar, em novembro, instalações da norte-americana Edison Chouest Offshore (ECO) no Porto do Açu para a atracação de navios da petroleira, disse nesta quarta-feira o presidente da Prumo Logística (ex-LLX), Eduardo Parente.

"(O acordo) já foi assinado, já está andando", afirmou Parente, a jornalistas, em evento sobre óleo e gás no Rio de Janeiro.

O negócio entre as duas companhias chegou a ser embargado no ano passado, devido a uma decisão da Justiça do Estado do Rio de Janeiro, que suspendeu a licitação da Petrobras para contratar a operação logística do porto.

O motivo foi uma ação impetrada pela prefeitura de Macaé, que afirmava que a licitação restringiu a concorrência.

Entretanto, Parente declarou que o negócio foi assinado há cerca de três meses.

ACORDO COM A BOLOGNESI
Parente destacou ainda que a companhia está otimista para anunciar, ainda neste ano, planos para a instalação de uma térmica no Porto do Açu.

No mês passado, a Prumo anunciou acordo com a Bolognesi Energia para avaliar oportunidades de investimento em projetos de gás natural no porto.

"Estamos otimistas que este ano a gente anuncia uma térmica", frisou o executivo, destacando que o projeto poderá abrir oportunidades para outras térmicas.

Mas explicou que ainda não há conversas com outras companhias que poderiam construir térmicas no local, embora esteja sempre em contato com produtores nacionais e internacionais, que podem fornecer gás natural.
(Por Marta Nogueira)."
























PS.: Atualizado às 15:58: Abaixo a localização da base portuária da Edson Chouest Offshore a partir da imagem aérea divulgada pela Prumo no inicio agora de maio:


Um comentário:

leonardo nunes de almeida disse...

Sou marinheiro de convés , morador de São João da barra e estou esperando ancioso por contratações no setor marítimo , mas até agora nenhuma divulgação. Espero que as autoridades busquem oportunidades para os municípes