segunda-feira, setembro 15, 2014

FCC e Acciona se preparam para atuar nas obras do Porto Central em Presidente Kennedy, ES

Já se comenta abertamente entre gerentes e trabalhadores que as duas empresas espanholas que atuam na construção de píeres e quebra-mar, nos terminais 1 e 2, do Porto do Açu, já começaram a se preparar para dar manutenção e depois enviar seus diques flutuantes que constroem os "caixões" dos píeres para o litoral sul capixaba.

O dique flutuante da FCC é o "Mar del Aneto". O da Acciona é o Kugira que antes de vir par ao Açu esteve no Porto do Forno em Arraial do Cabo.
Dique flutuante da FCC no Porto do Açu

O projeto do Porto Central em Presidente Kennedy está em fase final de licenciamento ambiental no Ibama. O projeto é tocado por um consórcio que tem à frente os gestores do Porto de Roterdã, na Holanda, o maior da Europa. O Porto de Roterdã é público e administrado pela província holandesa.

No Açu, os diques das duas empresas estariam concluindo a primeira parte dos píeres. O financiamento do projeto do Porto Central no Espírito Santo ainda demandaria outros aportes de recursos. A conferir!

2 comentários:

marcelopeixoto disse...

Associados, o novo Porto de Macaé, o Porto do Açú e Kennedy, colocam os 300 km que os separam num dos maiores berços de investimentos portuários do mundo Brasil e do mundo, creio que o boom de crescimento que este pool portuário fará a região experimentar nos próximos 20/30 anos comparados ao ABCD paulista, no século passado, o que resultou na maior renda per capta do pais.

Fabricio De Jesus disse...

Bem pensado Marcelo. Agora a expectativa é que se conclua estes projetos ou que se iniciem as obras. Ainda tem o complexo farol barra.