domingo, dezembro 05, 2004

Boato ou notícia escondida?

Anda circulando na cidade "estória" de que uma criança de 5 anos, aluno do CEFA, ao brincar na piscina de bolas do Mac Donalds em Campos instalado na Beira-valão, teria reclamado com a mãe de um choque que levado ao pular no brinquedo. Duas horas depois a criança morre por envenenamento identificado posteriormente como mordida de cobra. Segundo a versão os responsáveis pelo estabelecimento ao tomarem conhecimento do fato teriam feito uma vistoria no brinquedo e encontrado um cobra e mais dois filhotes. O restante da versão que circula é que a empresa preocupada com a repercussão do fato estaria tentando encobertar a divulgação do caso.

6 comentários:

Anônimo disse...

Prezado Roberto, comecei a contar esta estória aos meus amigos aqui em Piracicaba, mas nem precisei chegar ao fim! Uma amiga contou a estória toda, que tinha recebido por e-mail! O detalhe: o fato teria acontecido em Jundiaí!!!
Pois é, pode até ser verdade, mas está esta com toda a pinta de ser boato!
Marcos

Roberto Moraes disse...

Marcos,
Você matou a charada! Não hámais dúvidas. Interesante observar que a mesma internet que serve para divulgar os boatos, também ajuda a produzir o antídoto.
Sds,
Roberto Moraes

Fatima Nascimento disse...

Roberto, também ouvi esta história. Uma das pessoas que contou pra mim, disse que conhece a pessoa que registrou o óbito da criança em cartório. Boato ou não? Eis a questão.

Roberto Moraes disse...

A história está rendendo Fátima. Desde domingo quando foi postada a "estória", detalhes têm sido contados como complemento. Você agora coloca um ingrediente novo, que é alguém conhecer o personagem. Poucas vezes vi um boato circular com tanta força, especialmente na classe média maior usuária desta rede de fast-food. Por causa do post já fui procurado por jornalista, mas nada sei além do que está no post e além de tudo não sou repórter para me aprofundar no assunto. Porém, é estranho que ninguém da mídia tenha tido interesse maior em aprofundar no assunto, até porque boato também é notícia, pelo menos como boato. Este papo de que toda mídia foi comprada é velho, até porque, com excessões, em casos semelhantes a este, o que a "mídia" costuma fazer é ajudar a execrar para depois ser veiculadora de polpudas propagandas para limpar a imagem. Ou estou errado? Fico com a versão de boato até que alguém tenha interesse de ouvir o proprietário ou gerente da lanchonete.

Fatima Nascimento disse...

Episódio semelhante no endereço abaixo. Veja só.
http://www.jpjornal.com.br/news.php?news_id=7648

Anônimo disse...

Muitas amigos me disseram que viram no jornal de uma certa emissora a denúncia de que a criaça havia morrido pela picada de uma cobra, mas fiquei mesmo sabendo quando o comentálrio chegou em minha cidade, pois temos uma mesma lanchonete aqui...., e até que eu saiba a lanchonete é a de Resende, me disse uma professora de uma escola primária daqui.

Paola