quarta-feira, março 09, 2016

Shell tem a segunda maior produção de petróleo do Brasil: 240 mil boe/dia

Com a aquisição (fusão) da BG, a Shell passou a ser a segunda maior produtora de petróleo no Brasil com o volume de 195 mil barris/dia. Se forem contabilizados a soma da produção de óleo e de gás, chamado de "barris de óleo equivalente por dia", ou "boe/d", este número, segundo informe da produção de janeiro da ANP, chega a 240 mil barris por dia.

Ontem, no evento da UK Energy Brazil 2016 realizado no Rio, o presidente da Shell no Brasil, André Araújo anunciou que dentro em breve a empresa acrescentará a este volume mais 25 a 27 mil barris por dia com a elevação da produção na fase 3 do Parque das Conchas. Com esta estimativa a Shell passará para 265 mil boe/dia de produção, tornando-se um dos maiores ativos da petroleira no mundo.

A área do Parque das Conchas (BC-10) na Bacia de Campos fica no limite entre o ERJ e o ES e pertencem à Bacia de Campos. Ele é operado pela Shell (50%), em sociedade com a indicana ONGC (27%) e pela Qatar Petroleum (23%).

O campo das Conchas (mapa ao lado) é composto pelos campos de Ostra, Abalone e Argonauta. Segundo a Shell foram investidos mais US$ 1 bilhão que incluem a perfuração de 8 novos poços que acrescerá este novo volume de produção.

A Shell tendo absorvido a inglesa BG possui contrato para uso do Porto do Açu, para movimentação de sua produção. É possível que a Shell possa também utilizar bases de apoio instaladas no Porto do Açu e ainda desenvolver projetos relacionados a gás. Desta forma, o Porto do Açu, a partir do funcionamento da base de apoio portuária da PortBrasil (grupo americano Edison Chouest) passará a atender às duas maiores operadoras de petróleo do Brasil.

Assim, a anglo-holandesa Shell, passa a ser com grande distância, a segunda maior petroleira do Brasil, atrás somente da Petrobras. A Shell agora tem também participação de 30% no campo de Sapinhorá e 25% do campo de Lula, os dois principais da reserva do pré-sal, além da participação com 20%, no campo gigante de Libra, em consórcio com a Petrobras, com a francesa Total e as petroleiras chinesas CNPC e CNOOC.

Segundo boletim mensal de produção da Agência Nacional de Petróleo (ANP), hoje, os cinco maiores produtores de petróleo no Brasil, em barris de óleo equivalentes (gás + óleo) são:

1) Petrobras - 2,407 milhões de boe/d;
2) Shell (anglo-holandesa) - 240 mil boe/d;
3) Repsol - Sinopec (consórcio da espanhola Repsol com a chinesa Sinopec) - 69,8 mil boe/d;
4) Petrogal (Portugal) - 53,2 mil boe/d;
5) Statoil (Noruega) - 44,2 mil boe/d.

2 comentários:

Giancarlo Silva Dias disse...

25% no campo de Lula, meu Deus!!! E a Shell vai chegando devagarinho... Lula é hoje maior produtor da Petrobras, está na frente de Roncador... Abre o olho Brasil !!! Lobista estão aí trabalhando a favor da Shell, Chevron, Repsol e etc...

Anônimo disse...

porra