domingo, novembro 23, 2008

Outro questionamento sobre a suspensão do concurso

Chegou através de um e-mail assinado por Marcelo Ururau: “Os 90 fiscais de renda, que nada fazem para aumentar a receita própria do município irão receber cada um R$ 14.500,00... e quando o novo salário do prefeito estiver em vigor, R$ 23.000,00, isso custará ao município, míseros R$ 2.070.000,00. Será que o Dr. Edson não irá questionar a constitucionalidade desta lei?” “E o mais engraçado disso tudo é que o custo com o salário dos concursados do PSF segundo a quantidade de vagas e o valor dos salários seria de R$ 1.278.458.80. Lamentável”.

4 comentários:

Anônimo disse...

Bom dia!
Tanto o aumento dos Fiscais de Renda, quanto o concurso do PSF, neste momento, são ilegais, com o mesmo fundamento, o equilíbrio fiscal estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal. Uma coisa não pode justificar outra.
Legalidade com equlíbrio.
Um abraço!

Anônimo disse...

Engraçado...
eu achava que era o GOVERNO FEDERAL que repassava à prefeitura o salário dos funcionários do PSF...
Essa história de que Campos não tem dinheiro para pagar funcionários... isso pra mim é conversa mole pra boi dormir......zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz

Imbeloni disse...

E é o governo federal quem manda esta verba. O problema é que o governo municipal não só utiliza de forma erronea como não presta conta destas verbas.
Em relação aos salários, o dr. Édson foi contra o aumento do salário do prefeito, mas foi voto vencido. Se Rosinha realmente cumprir o que prometeu, reduzirá o salário, isso se os vereadores acordarem.

Fernando Moura disse...

Será que se o dr. Edson tivesse sido eleito votaria contra o aumento da sua protetora Rosinha? Pagava para ver... agora não precisa mais... o bolso tá cheio.