segunda-feira, fevereiro 02, 2015

Projeto do porto de Maricá tem audiência adiada

Mesmo com a crise do setor de petróleo, gerada pelos baixos preços e pelas investigações da operação Lava Jato, os projetos de sistemas portuários, no litoral dos estados da região sudeste seguem sendo tocados adiante, a despeito de uma série de questões.

Assim, leia abaixo a informação do portal PetroNotícias:

"A audiência pública convocada para o próximo dia 28 para discutir o impacto ambiental do Terminal de Ponta Negra, futuro Porto de Jaconé, em Maricá, foi adiada pela Comissão Estadual de Controle Ambiental, órgão que havia marcado a audiência. A nova data escolhida é 25/02, às 19h, no Saquarema Futebol Clube, também no município de Maricá.

O projeto é da DTA Engenharia, e um dos principais interessados é a Petrobrás, para utilização como acesso do gasoduto Rota 3 para o Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), em Itaboraí. A proximidade do Porto de Jaconé com o trajeto por onde passará o gasoduto que ligará os blocos BM-S-9 e BM-S-11 da bacia de Santos ao Comperj.

O investimento total gira em torno de R$ 4,7 bilhões, somados os valores investidos pela DTA e por outras empresas. A expectativa era de que as obras começassem no primeiro semestre de 2014 e a inauguração ocorresse no segundo semestre de 2016, no entanto, essas datas acabarão por se esticar".

2 comentários:

Anônimo disse...

Gostaria de saber quanto o governo do Estado terá de gastar para duplicar todas as estradas que levam ao porto. Moradores e turistas da Região dos Lagos sofrerão muito antes de isso acontecer. Sugiro que a empresa faça essa duplicação, inclusive arcando com os custos das desapropriações, antes de iniciar qualquer obra para a construção do porto.

Nyelletina Assunção disse...

Gostaria de saber qual a empresa cque está a frente dessa obra de Jaconé e o contato , email, pra enviar currículo, estou precisando de emprego