sábado, abril 19, 2014

Campos em 1960, era a segunda maior arrecadação de ITR entre os municípios brasileiros

Coincidência ou não, folheando diversos documentos para aprofundar os estudos sobre a realidade do nosso estado, eu acabei me deparando com mais uma informação relevante para a região.

Na Revista Brasileira dos Municípios, Nº 59/60, Ano XV, Julho/Dezembro de 1962, do IBGE (Conselho Nacional de Estatística), eu me deparei, entre as páginas 197 e 207 da publicação, com uma lista sobre arrecadação do Imposto Territorial Rural (ITR) referente ao ano 1960, de todos os municípios brasileiros.

O município de Campos, RJ aparece como a segunda maior arrecadação Cr$ 9,1 milhões. Campos ficou atrás apenas do município de São Paulo, a capital paulista. Deduz-se que mesmo já bastante urbanizada, a A cidade de São Paulo ainda tinha incorporado como seu território, áreas que hoje devem ser onde estão localizadas as cidades de sua região metropolitana.

Interessante observar que nem importantes cidades do interior paulista, mineiro ou paranaense chegavam perto da arrecadação obtida pelo tesouro, no município fluminense de Campos, cidade do Estado do Rio de Janeiro, sem a Guanabara, cuja fusão aconteceu apenas no ano de 1974.

Este é um dado interessante para se observar e aprofundar.

Entre outras coisas, o município de Campos sempre teve muita riqueza circulando, embora, isto não significasse - nem antes e nem hoje - que a miséria e a pobreza não estivessem presentes.

Campos, cidade rica, povo pobre - com o doce açúcar ou o forte royalty do petróleo!

3 comentários:

Luis Philipe disse...

Tive informação, não oficial, de um funcionário de cartório de registro público, que hoje, Campos possui a maior quantidade de terrenos no Brasil.
Há que ser confirmada.

Roberto Moraes disse...

Caro Philipe,

Seria interessante que pudéssemos investigar a informação.

Campos é um município grande, o maior em extensão de todo a região Sudeste, Sul e Nordeste. Só perde para aqueles situados no Norte e Centro-Oeste com grandes extensões territoriais.

A atividade rentista e especulativa com a terra e com os imóveis é ainda muito maior. Este dado tem relevância e deveria ser comparado com os registros na municipalidade.

Vamos ver se apuramos mais dados sobre o tema.

Anônimo disse...

E hoje, o q a arrecadação do ITR representa no orçamento municipal?