terça-feira, abril 08, 2014

Mais reclamações sobre as péssimas condições do transporte público em Campos

O subsídio público com a passagem a um real parece não ter criado nenhuma melhoria na condição do transporte público coletivo na cidade de Campos. As reclamações se sucedem. Os ônibus, na maioria dos casos, continuam muito ruins. Além disso, a regularidade dos horários e as linhas também continuam sem atender os usuários.

A reclamação da Thalita Barreto Sarlo postada abaixo é apenas mais um exemplo. Nesta semana ouvi de um empresário que opera linhas em nossa cidade que o problema não é deles e sim da prefeitura. Como se vê, o caso, como na área de saúde, não é dinheiro, mas, administração e zelo, cuidado e carinho com o cidadão que mora na cidade. Abaixo o desabafo cidadão da Thalita, estudante da Uenf:

"Olá senhor Roberto Moraes,
moro em Campos há 5 anos e estudo na UENF, e sempre convivi com um transporte público de péssima qualidade.Talvez isso não seja novidade, já que, sabemos que vários quesitos do município são de péssima qualidade.


Venho por meio deste "denunciar" uma situação em especial, e lhe pedir, se possível, ajuda na divulgação desse problema, para uma possível solução.

Na localidade da UENF (Pq. Califórnia - Horto), só existe uma empresa de ônibus que faz essa linha (um monopólio) que sempre foi péssima; demoram a passar, são velhos, sujos, e vivem cheios.Mas nas últimas semanas, a coisa tem ficado pior: segundo a EMUT(eu mesma entrei em contato) foram apreendidos alguns ônibus por estarem irregulares(IPVA atrasado, essas coisas), e então, nós, moradores dessa localidade, estudantes da Uenf, e Faetec, temos ficado mais 1 hora no ponto esperando o ônibus...na semana passada haviam apenas 2 circulando, e quando passam, vão super lotados e com isso demoram mais ainda a chegar no destino.Vejo o ponto de ônibus da Uenf lotado constantemente, e vi, dentro do ônibus, vários idosos em pé, pessoas passando mal pela quantidade de gente e do calor.Está um caos, é algo desumano, a população se sente um lixo numa situação como essa.

Hoje, eu e mais algumas pessoas publicamos no grupo da Uenf no facebook o telefone da Emut para enviarem reclamações, e, obviamente, está repercutindo.Entrei em contato com a Inter tv também e sugeri uma reportagem.

Ficarei muito agradecida se puder nos ajudar...sei que seu blog é referência na cidade.

Meu nome é Thalita Barreto Sarlo, e eu sou estudante de Administração Pública, mas eu falo em nome de todos os estudantes.
Desde já agradeço."


PS.: Atualizado às 22:54: Para trazer para este espaço o comentário da professora Luciana Pessanha que trabalha da Escola Técnica Estadual João Barcelo Martins da faetec que reforça o depoimento da Thalita Sarlo:

"Boa noite Roberto.
O problema está realmente sério. Meus alunos da Escola Técnica Estadual João Barcelos Martins - FAETEC , não estão conseguindo chegar a tempo nos primeiros horários. Quase sempre perdem as primeiras aulas.Pois os horários dos ônibus são limitados sem contar que muitos motoristas não param para os estudantes.Os ônibus vêm lotados . É preciso que alguma providência seja tomada urgente pois meus alunos estão sofrendo as consequências."


PS.: Atualizado às 23:08: Mais reclamações de moradores. Agora de Tocos na Baixada Campista:

"Sou moradora da localidade de Tocos. Aqui, além de terem retirado alguns coletivos (como se as carroças que transitam fossem muitas!), os moradores, indignados, começaram a apedrejar os coletivos. Os ônibus estão quebrando, superlotados, fora do horário. estive com um fiscal da EMUT hoje. Ele disse que a empresa Rogil já foi multada 3 vezes, pois os ônibus simplesmente não apareceram. Fica muito difícil trabalhar e estudar! Se não querem oferecer um serviço decente, digno, pelo menos, que aceitam que outras linhas façam o itinerário de Tocos. Não há licitação, apenas concessão das linhas. Acho uma pouca vergonha, sabendo que a constituição deles, que está em vigor, é a de 1995! 

Só sei que algum inocente acabará machucado, caso as autoridades responsáveis não tomem uma providência!"


PS.: Atualizado às 01:40: Para trazer para este espaço mais um comentário sobre o problema do transporte urbano em Campos. Esta reclamação é da Sâmylla Bueno: 

"A situação está muito crítica! Uma empresa domina as linhas da região, não oferece transporte PAGO de qualidade e simplesmente não coloca os carros para circularem, pois se está preso/doc. atrasado não é culpa da população!
Será que no carnaval fora de época de Campos eles ainda não disponibilizarão ônibus? Afinal o sambódromo é, praticamente, do lado da UENF."


PS.: Atualizado às 13:52: Seguem novos comentários e reclamações:
Da Marília Siqueira de Tocos e da Jessica Pessanha do Parque California e outra de um morador que preferiu não se identificar:
"É um desabafo de uma cidadã desesperada por soluções em relação ao transporte público de Campos.

Está sendo praticamente impossível viver nessa cidade dependendo de transporte público.

Sou moradora de Tocos, professora e trabalho em Guarus (Pq Lebret). Meu horário de entrada no trabalho é às 13h, e se eu quiser chegar a tempo na escola preciso sair de Tocos às 10:30. A viação Rogil cortou vários horários durante o verão para atender a demanda do Farol, o que nos deixou literalmente na “pista”. Porém, o verão acabou e continuamos sem ônibus. A Viação Siqueira está um pouco mais a frente tentando suprir a demanda, mas mesmo assim não aguenta e nos deixa esperando horas e horas em Tocos por ônibus. 

Continuando meu trajeto... Ao chegar no terminal de ônibus da Beira Rio, em frente ao Corpo de Bombeiros, onde param (ou melhor, deveriam) parar os ônibus da Viação São João Rumo ao Pq Guarus, todos os dias me deparo com filas e aglomeramento de pessoas que já estão ali aguardando por mais de UMA HORA por um coletivo. UMA HORA!!!! Perdi várias oportunidades de tirar fotos do ponto lotado com mais de CEM PESSOAS e anexar essa foto aqui. Por diversas vezes, ou melhor, na maioria das vezes, sou obrigada a recorrer ao transporte alternativo (van), gastar mais do meu salário de professor, para chegar a tempo no trabalho e não deixar minhas crianças sem aula. Na volta Guarus x Centro é a mesma coisa. E para não ficar no ponto de ônibus a mercê da violência que tanto atinge o Pq Lebret (outra discussão que não me prolongarei agora), mais uma vez sou obrigada a usar o transporte alternativo, pois não passa um ônibus. Acho que o Pq. Guarus é desconhecido da prefeitura de Campos!

Do Centro até Tocos continua a viagem e o tormento. Goitacazes, acredito eu, que também seja um bairro fantasma para a prefeitura, pois simplesmente NÃO TEM ÔNIBUS! Só vejo UM com linha Goitacazes Bulgalho – Linha do Limão! Os moradores de Goitacazes são obrigados a embarcar nos ônibus com destino a Tocos, São Martinho, Ponta Grossa, que já são locais desprovidos de horários definidos e que circulam nas avenidas centrais de Campos e nas estradas vicinais (Goitacazes – Tocos, Tocos – Ponta Grossa) super lotados. Pessoas penduradas nas portas! Pessoas que querem voltar para casa e não conseguem! Pessoas estressadas pois acontecem discussões e brigas dentro desses coletivos devido a quantidade excessiva de pessoas!

É com muita tristeza que venho relatar isso a você, que com certeza já sabe do caos que é esse setor em Campos. A cidade acaba de completar 179 anos de emancipação, a cidade do petróleo! Cidade que apesar dos problemas tanto gosto, mas parece que ainda é Vila de São Salvador, pois não vejo evolução.
Fica aqui o meu pedido de SOCORRO, para que o poder público encontre uma solução para esse transtorno diário.
Marília Siqueira."

Da Jéssika Pessanha:
"Bom dia!! Sou moradora do Parque Califórnia e isso realmente está acontecendo. O transporte da região está desumano. Há pouco tempo entrei em contato com a EMUT e obtive atenção "0", simplesmente falaram que era para aguardar a licitação que ocorreria em breve. Perguntei se enquanto isso a população continuaria sofrendo e sendo desrespeitada...Ele me disse que era para manter a calma, porque Deus está abençoando nossa cidade. Sinceramente, me sinto desrespeitada...pago impostos como os demais, temos direito a um transporte digno. Nossa cidade recebe royalties milionários e onde está esse dinheiro? Enquanto o povo sofre, a prefeitura distribui bolo no CEPOP, faz carnaval fora de época e todo mundo tem que aplaudir? Fui obrigada a contratar transporte particular para mim...e quem não tem essa condição? Fica sem trabalhar, sem estudar? Necessitamos de uma resposta da prefeitura, afinal Campos não é sua cidade, seu amor?? Então prove!!"

Outra reclamação:
"Um fiscal do IMTT me relatou ontem que os ônibus da empresa conquistense só não estão TODOS apreendidos por piedade: resta saber piedade de quem!!!!

Disse ainda que o órgão é impedido de aplicar qualquer multa sobre atraso, pois "ninguém gosta de ser multado" e é esta a orientação do governo.

À boca pequena, diz-se também que a dita empresa que monopoliza o transporte para as bandas da Uenf tem um "convênio" com a Tira Gosto para impedir a circulação de Vans. Um motorista que já tentou fazer aquele linha me relatou ter recebido "proposta irrecusável" dos conveniados com a Conquistense.

Além da pior Educação do Estado, temos o pior transporte público.
Viva a Merda Campos!!!!!"

13 comentários:

Luciana Pessanha disse...

Boa noite Roberto.
O problema está realmente sério. Meus alunos da Escola Técnica Estadual João Barcelos Martins - FAETEC , não estão conseguindo chegar a tempo nos primeiros horários. Quase sempre perdem as primeiras aulas.Pois os horários dos ônibus são limitados sem contar que muitos motoristas não param para os estudantes.Os ônibus vêm lotados . É preciso que alguma providência seja tomada urgente pois meus alunos estão sofrendo as consequências.

Anônimo disse...

Sou moradora da localidade de Tocos. Aqui, além de terem retirado alguns coletivos (como se as carroças que transitam fossem muitas!), os moradores, indignados, começaram a apedrejar os coletivos. Os ônibus estão quebrando, superlotados, fora do horário. estive com um fiscal da EMUT hoje. Ele disse que a empresa Rogil já foi multada 3 vezes, pois os ônibus simplesmente não apareceram. Fica muito difícil trabalhar e estudar! Se não querem oferecer um serviço decente, digno, pelo menos, que aceitam que outras linhas façam o itinerário de Tocos. Não há licitação, apenas concessão das linhas. Acho uma pouca vergonha, sabendo que a constituição deles, que está em vigor, é a de 1995!
Só sei que algum inocente acabará machucado, caso as autoridades responsáveis não tomem uma providência!

Sâmylla Bueno disse...

A situação está muito crítica! Uma empresa domina as linhas da região, não oferece transporte PAGO de qualidade e simplesmente não coloca os carros para circularem, pois se está preso/doc. atrasado não é culpa da população!
Será que no carnaval fora de época de Campos eles ainda não disponibilizarão ônibus? Afinal o sambódromo é, praticamente, do lado da UENF.

Anônimo disse...

É um desabafo de uma cidadã desesperada por soluções em relação ao transporte público de Campos.

Está sendo praticamente impossível viver nessa cidade dependendo de transporte público.
Sou moradora de Tocos, professora e trabalho em Guarus (Pq Lebret). Meu horário de entrada no trabalho é às 13h, e se eu quiser chegar a tempo na escola preciso sair de Tocos às 10:30. A viação Rogil cortou vários horários durante o verão para atender a demanda do Farol, o que nos deixou literalmente na “pista”. Porém, o verão acabou e continuamos sem ônibus. A Viação Siqueira está um pouco mais a frente tentando suprir a demanda, mas mesmo assim não aguenta e nos deixa esperando horas e horas em Tocos por ônibus.
Continuando meu trajeto... Ao chegar no terminal de ônibus da Beira Rio, em frente ao Corpo de Bombeiros, onde param (ou melhor, deveriam) parar os ônibus da Viação São João Rumo ao Pq Guarus, todos os dias me deparo com filas e aglomeramento de pessoas que já estão ali aguardando por mais de UMA HORA por um coletivo. UMA HORA!!!! Perdi várias oportunidades de tirar fotos do ponto lotado com mais de CEM PESSOAS e anexar essa foto aqui. Por diversas vezes, ou melhor, na maioria das vezes, sou obrigada a recorrer ao transporte alternativo (van), gastar mais do meu salário de professor, para chegar a tempo no trabalho e não deixar minhas crianças sem aula. Na volta Guarus x Centro é a mesma coisa. E para não ficar no ponto de ônibus a mercê da violência que tanto atinge o Pq Lebret (outra discussão que não me prolongarei agora), mais uma vez sou obrigada a usar o transporte alternativo, pois não passa um ônibus. Acho que o Pq. Guarus é desconhecido da prefeitura de Campos!
Do Centro até Tocos continua a viagem e o tormento. Goitacazes, acredito eu, que também seja um bairro fantasma para a prefeitura, pois simplesmente NÃO TEM ÔNIBUS! Só vejo UM com linha Goitacazes Bulgalho – Linha do Limão! Os moradores de Goitacazes são obrigados a embarcar nos ônibus com destino a Tocos, São Martinho, Ponta Grossa, que já são locais desprovidos de horários definidos e que circulam nas avenidas centrais de Campos e nas estradas vicinais (Goitacazes – Tocos, Tocos – Ponta Grossa) super lotados. Pessoas penduradas nas portas! Pessoas que querem voltar para casa e não conseguem! Pessoas estressadas pois acontecem discussões e brigas dentro desses coletivos devido a quantidade excessiva de pessoas!
É com muita tristeza que venho relatar isso a você, que com certeza já sabe do caos que é esse setor em Campos. A cidade acaba de completar 179 anos de emancipação, a cidade do petróleo! Cidade que apesar dos problemas tanto gosto, mas parece que ainda é Vila de São Salvador, pois não vejo evolução.
Fica aqui o meu pedido de SOCORRO, para que o poder público encontre uma solução para esse transtorno diário.

Marília Siqueira

Anônimo disse...

Um fiscal do IMTT me relatou ontem que os ônibus da empresa conquistense só não estão TODOS apreendidos por piedade: resta saber piedade de quem!!!!

Disse ainda que o órgão é impedido de aplicar qualquer multa sobre atraso, pois "ninguém gosta de ser multado" e é esta a orientação do governo.

À boca pequena, diz-se também que a dita empresa que monopoliza o transporte para as bandas da Uenf tem um "convênio" com a Tira Gosto para impedir a circulação de Vans. Um motorista que já tentou fazer aquele linha me relatou ter recebido "proposta irrecusável" dos conveniados com a Conquistense.

Além da pior Educação do Estado, temos o pior transporte público.
Viva a Merda Campos!!!!!

Jéssika Pessanha disse...

Bom dia!! Sou moradora do Parque Califórnia e isso realmente está acontecendo. O transporte da região está desumano. Há pouco tempo entrei em contato com a EMUT e obtive atenção "0", simplesmente falaram que era para aguardar a licitação que ocorreria em breve. Perguntei se enquanto isso a população continuaria sofrendo e sendo desrespeitada...Ele me disse que era para manter a calma, porque Deus está abençoando nossa cidade. Sinceramente, me sinto desrespeitada...pago impostos como os demais, temos direito a um transporte digno. Nossa cidade recebe royalties milionários e onde está esse dinheiro? Enquanto o povo sofre, a prefeitura distribui bolo no CEPOP, faz carnaval fora de época e todo mundo tem que aplaudir? Fui obrigada a contratar transporte particular para mim...e quem não tem essa condição? Fica sem trabalhar, sem estudar? Necessitamos de uma resposta da prefeitura, afinal Campos não é sua cidade, seu amor?? Então prove!!

Anônimo disse...

Acho válido reclamar, mas infelizmente muitas das reclamações parecem não melhorar em nada essa situação. Isso ocorre porque todo mundo, reclamando ou não; revoltado ou não, no outro dia vai estar lá no ponto esperando mais 1 hora pra pegar o ônibus lotado, pois infelizmente depende dele e sabemos que para muitos não tem como ser diferente. Então as empresas não melhoram a situação, pois o que adianta investir em mais ônibus e de qualidade, se no final eles vão ganhar a mesma coisa? Se o número de pessoas passando na catraca vai ser o mesmo (independente do ônibus ser de 1ª linha ou sucateado, limpo ou sujo, cheio ou vazio...)? É lucro pra eles deixar como está. O grande mal da humanidade infelizmente é o egoísmo.

Anônimo disse...

Então o problema é da pessoa? Quer dizer que a prefeitura não tem nada a ver com isso? Deve ser mais um funcionário que ganha nosso dinheiro para desviar a atenção das reclamações. Só otário pode embarcar nisto. Vamos continuar protestando e mostrando quem são os culpados. Queremos transporte decente. Isto é um direito nosso e um dever das autoridades.

Anônimo disse...

O pior é que existe um Memorando de dentro do IMTT proibindo os fiscais de apreender ônibus em Campos, o fato ocorreu depois que alguns fiscais mandaram prender 5 ônibus no mesmo dia.Ora, se os ônibus estão irregulares, por que o diretor baixou esse decreto lá dentro????Muito estranso isso....

Anônimo disse...

Infelizmente a populacao de Campos esta muito passiva em relacao ao transporte publico....POR QUE SERA????Sempre faltaram onibus no bairro Horto e a prefeitura NUNCA tomou providencia.

Anônimo disse...

Enquanto esse casal estiver mandando em nossa cidade e estado,ficaremos assim, a mercê da "boa vontade" de alguns políticos.

Anônimo disse...

Ouço quase sempre a rádio diário fm,os locutores sempre enaltecem as obras faraônicas da nossa cidade,pois bem, enquanto caminho pela av.Alberto Lamego,observo o grande elefante branco "literalmente branco mesmo"com poucas finalidades,e nós campistas sofremos com o abandono na saúde, educação, lazer e também com o péssimo transporte. Alguém deve estar enriquecendo com as verbas destinadas para tais finalidades, que tal uma CPI?Os vereadores oposicionistas onde estão?Comendo no mesmo coxo? Como isso não bastasse,outro problema é o forte mal cheiro proveniente do esgoto lançado no paraíba perto da UENF. Ainda bem que a eleição está se aproximando eu gostaria muito,mas muito mesmo vê essa turma do mal bem longe da nossa cidade,chega do coronel mandar em tudo.

Anônimo disse...

DUAS CIDADES QUE OS TRANPORTES SAO PESSIMOS SÃO: SANTANA DO CARIRI E CRATO-CE, TANTO FAZ SER OS TRANSPORTES DAS COOPERATIVAS COMO OS TRANSPORTES DAS DUAS PREFEITURAS, SEM CONTAR QUE SAO SUPER MAL EDUCADOS... DEVERIA TER RECICLAGEM PRA TUDO, TANTO DOS TRANSPORTES QUANTO DOS MOTORISTAS...