sexta-feira, setembro 23, 2011

PMCG paga por quinzena mais de R$ 2 milhões às empresas de ônibus: veja os valores!

Com a divulgação agora da finalidade dos pagamentos feitos pela PMCG, depois das pressões, passou a ser possível a identificação de quanto cada uma das doze empresas de ônibus que operam no município de Campos dos Goytacazes, recebe de repasse via a Fetranspor (Federação de Transportes do Estado).

Na lista de pagamento, só desta última semana, consta o acerto de contas da última quinzena, de 01/08 a 15/08, num total de aproximadamente R$ 2 milhões, o que faz supor que o gasto mensal com este programa é de cerca de R$ 4 milhões mensais ou 48 milhões por ano.

Veja abaixo o valor recebido por empresa em ordem decrescente:

  1. Viação São João – R$ 365 mil;
  2. Viação Brasil – R$ 351 mil;
  3. Viação Rogil – R$ 266 mil;
  4. Viação Tamandaré – R$ 197 mil;
  5. Viação Turisguá - R$ 158 mil;
  6. Viação São Salvador R$ 141 mil;
  7. Viação Cordeiro – R$ 130 mil;
  8. Viação Jacarandá – R$ 99 mil;
  9. Viação Siqueira – R$ 89 mil;
  10. Viação Geratur – R$ 52 mil;
  11. Viação São Cristovão – R$ 26 mil;
  12. Viação Conquistense – R$ 23 mil.

Na lista, há ainda dois depósitos em contas com bloqueio judicial: uma de R$ 88 mil para a Viação Tamandaré e outro de 15 mil da Viação Conquistense. Com mais estes dois pagamentos o total ultrapassa a quantia de R$ 2,1 milhões em 15 dias.

PS.: Interessante que não há pagamento destinado nesta semana à Viação Caiçara ligada à Viação Itapemirim.

Royalties Sim.

Transparência Também!

PS.: Atualizado às 22:04: Corrigido nome da empresa Turisguá.

7 comentários:

Anônimo disse...

É Turisguá e não tupinambá. E faltou citar Campos Tur

Anônimo disse...

Roberto. Não seria viação turisguá ao invés de tupinambá?

Roberto Moraes disse...

É verdade.

Errei na digitação.No documeto está Turisguá e digitei Tupinambá, mas acabei de corrigir.

Sds.

Ismael disse...

Bem lembrado caro blogueiro.

Com essa empresa Caiçara, diga-se Itapemirim, paira as grandes suspeitas de irregularidades.

Essa empresa Caiçara fez a linha Farol/Campos e há anos, existe grande suspeita de irregularidades na cobrança da passagem.

Porque segundo muitos passageiros que usaram e usam tais coletivos, e que embarcam em outra localidade que não seja especificamente, Farol de Farol. Tais empresas de ônibus responsáveis por transportar os passageiros até o Centro de Campos, estariam cobrando a passagem com preço integral. Por exemplo, como se os passageiros que embarcaram em Goitacazes, estivessem embarcados no Farol de São tomé. Resultado, prefeitura em vez de pagar apenas 0,60(sesenta centavos), na passagem daquele passageirto que embarcou em Goitacazes, estaria pagando R$6,00 por tal passageiro.

Além do mais Goitacazes, tem uma população enorme que usa tais ônibus, o prejuízo para os cofres públicos seriam enorme.

JOÃO VICTOR disse...

Esse tipo de políticas públicas, tão somente populistas, visando exclusivametne retorno eleitoral,estariam causando isso aí, desvios do dinheiro público, de alguns milhões de reais.

Por isso os deputados de Brasilia, vão limitar, diminuir em muito os Royaltes,que Campos recebe.

Esse dinheiro estaria sendo usado, para enriquecer uma meia dúzia de pessoas ligados aos que estão comandando a nossa prefeitura.

Marcio Rocha disse...

Não seria mais econômico a prefeitura comprar ônibus, contratar motoristas e fazer uma empresa municipal de transportes com ônibus de graça pra todos?

Anônimo disse...

Royalties para todos os municípios brasileiros JÁ !