segunda-feira, dezembro 14, 2015

Liberação de exportação de petróleo pelos EUA poderá reduzir ainda mais o preço do barril

Mais uma mudança nos negócios no setor de petróleo promete mexer com a conjuntura já debilitada com os baixos preços do barril.

Na próxima quarta-feira, o Congresso dos EUA pode aprovar um pacote de leis fiscais e orçamentárias que inclui a liberação para exportações de petróleo, que estão proibidas há 40 anos, desde a crise com o embarco árabe na década de 60, que fez o combustível disparar de preço nos EUA.

Mesmo que os EUA estejam, nas últimas semanas, freando sua produção, por conta da incapacidade das reservas de xisto concorrerem com tão baixo preço do barril no mercado internacional, a medida além de ter conteúdo simbólico tenderá a aumentar, pelo menos no curto prazo, o excesso de produção de petróleo no mercado mundial.

O produto que hoje teve novo pico de baixa, chegando, o tipo brent, a custar o barril a US$ 36,76, por volta das 11 horas, poderá ter novas baixas. A conferir!

Um comentário:

Márcio Abreu Soares disse...

O cenário fica cada vez pior para a industria petrolífera nacional e ainda vem por ai mais uma taxa no ERJ. A conferir!