quinta-feira, dezembro 03, 2015

Sonda de perfuração no T2 do Porto do Açu

Acaba de chegar ao terminal 2 do Porto do Açu uma plataforma "ODN TAY IV". Ela foi aportada junto ao TMult na entrada do canal do Terminal 2 do Porto do Açu.


A primeira informação obtida pelo blog é que se tratava de uma plataforma que teria sido desativada do campo de Martelo, da petroleira OGX. Porém, pelas imagens parece uma sonda de perfuração.

Daqui a pouco daremos mais detalhes. Abaixo uma foto e um breve vídeo da chegada no Porto do Açu.

PS.: Atualizado às 13:14: Trata-se da sonda de perfuração ODN TAY IV contratada pela Odebrecht. Em setembro passado, a Petrobras informou ter rescindido contrato de afretamento da unidade de sondas ODN TAY IV que prestava serviços para a a Odebrecht Óleo e Gás. Na ocasião a estatal disse que a rescisão foi feita com base no contrato. A sonda foi convertida em 1999 no estaleiro Keppel Fells da Singapura. Ela tem 835 m².

PS.: Atualizado às 14:30: Outros dois leitores-colaboradores:
"Caro Professor, esta plataforma é uma sonda de perfuração chamada ODN TAY IV SS-85, pertence a Odebrech Petroleo e Gas, é uma das 7 sondas de perfuração da Odebrech, trabalhei nesta sonda no inicio do ano ela está sem contrato com a Petrobras, por n motivos mais creio que o principal é que ela tem muitos problemas, quando trabalhei nela ela estava no estaleiro na baía de Guanabara, voltou a perfurar e depois foi para o estaleiro novamente até a Petrobras anunciar o fim ou não renovação do contrato não tenho a informação certa o correto é que esta sem contrato e com isto muitos funcionários foram demitidos."

"RIO - Dentro de seu programa de reduzir os gastos ao máximo, desmobilizando todos equipamentos que forem possíveis, a Petrobras rescindiu com a Odebrecht Óleo e Gás um contrato de afretamento da sonda de perfuração ODN Tay IV, que só venceria em 2019.

A Odebrecht Óleo e Gás confirmou ter recebido uma Notificação de Rescisão Contratual da Petrobras, referente aos contratos de afretamento e operação da unidade de perfuração offshore ODN Tay IV. A companhia informou que está analisando os termos para decidir seu posicionamento.

- Estamos considerando alternativas, e ainda temos 90 dias para decidir - disse à Reuters a vice-presidente financeira da Odebrecht S.A., Marcela Drehmer.

“Os demais contratos de afretamento e operação de sondas junto à Petrobras seguem inalterados, garantindo altos índices de performance, atestados pelo próprio cliente.” Atualmente tem seis outras sondas em operação afretadas à Petrobras."

http://oglobo.globo.com/economia/petrobras-cancela-aluguel-de-sonda-com-odebrecht-oleo-gas-17594617 















video

2 comentários:

Anônimo disse...

Coro Professor, esta plataforma é uma sonda de perfurassão chamada ODN TAY IV SS-85, pertence a odebrech petroleo e gas, é uma das 7 sondas de perfuração da odebrech, trabalhei nesta sonda no inicio do ano ela está sem contrato com a petrobras, por n motivos mais creio que o principal é que ela tem muitos problemas, quando trabalhei nela ela estava no estaleiro na bahia de guanabara, voltou a perfurar e depois foi para o estaleiro novamente até a petrobras anunciar o fim ou não renovação do contrato não tenho a informação certa o correto é que esta sem contrato e com isto muitos funcionários foram demitidos

Anônimo disse...

RIO - Dentro de seu programa de reduzir os gastos ao máximo, desmobilizando todos equipamentos que forem possíveis, a Petrobras rescindiu com a Odebrecht Óleo e Gás um contrato de afretamento da sonda de perfuração ODN Tay IV, que só venceria em 2019.

A Odebrecht Óleo e Gás confirmou ter recebido uma Notificação de Rescisão Contratual da Petrobras, referente aos contratos de afretamento e operação da unidade de perfuração offshore ODN Tay IV. A companhia informou que está analisando os termos para decidir seu posicionamento.

- Estamos considerando alternativas, e ainda temos 90 dias para decidir - disse à Reuters a vice-presidente financeira da Odebrecht S.A., Marcela Drehmer.

“Os demais contratos de afretamento e operação de sondas junto à Petrobras seguem inalterados, garantindo altos índices de performance, atestados pelo próprio cliente.” Atualmente tem seis outras sondas em operação afretadas à Petrobras.



http://oglobo.globo.com/economia/petrobras-cancela-aluguel-de-sonda-com-odebrecht-oleo-gas-17594617