segunda-feira, dezembro 17, 2007

Carvão com caminhão-pipa: Maná & mané

Os moradores da localidade do Carvão estão sofrendo com a falta de água. Carvão fica na extensão da beira-valão seguindo em direção a estrada dos ceramistas, logo depois do conjunto residencial, onde antes era a favela da Chatuba. Hoje pela manhã um caminhão-pipa socorria os moradores que transtornados esperavam com galões nos portões de suas casas. Eles estão sendo vítimas de um, empurra-empurra, entre a Empresa Municipal de Habitação (Emhab) e a concessionária dos serviços de saneamento no município, a Águas do Paraíba. A Emhab diz que a responsabilidade do fornecimento e distribuição de água, naquela localidade que, hoje já pode quase ser considerado um bairro da periferia e não uma localidade do interior é da concessionária e esta, por sua vez, alega que não recebeu nenhum comunicado ou solicitação para sua intervenção. Este contrato de concessão merecia ser revisto, pelo menos, num termo de ajuste de conduta. Concessão assim é uma boa. A empresa fica com as regiões onde a extensão de rede cobre uma enormidade de gente e a municipalidade assume o restante fazendo estações de captação, tratamento e distribuição de água para pequenas localidades, que depois de instaladas, aos poucos, são transferidas para a concessionária, que assim passa a cobrar pelos seus serviços, sem ter investido para isso. Chama-se isso de Maná. E Mané, o munícipe que sofre feito carvão com a falta de água na localidade do mesmo nome. Uma pena que o blogueiro ao flagrar o fato, não tivesse tempo para conversar com alguns moradores e também fazer o registro fotográfico dos moradores com latões correndo ao lado do caminhão-pipa. Taí uma boa pauta para os jornalistas da mídia impressa local que acessam este blog.

4 comentários:

Xacal disse...

extra!extra!extra!

O Jornal A TrOlhA em segunda mão recebeu de seu repórter infiltrado e secreto X-tudo que a EMHAB, presidida pelo Hélio Ano(r)mal vai ser desmembrada. Sim, caberá ao Hélio a parte na qual ele é especialista, O saneamento, ou melhor o esgoto, porque ninguém entende de m...como o presidente-sindicalista.


Até o próximo furo descoberto pela TroLHa.

Xacal.

Xacal disse...

Extra!Extra!Extra!,

O jornal a TrolHa com inclusividade, exclusividade, inclusividade, exclusividade...conseguiu um furo quase virg...quer dizer inédito.

O pastor Ano(r)mal, ex-sindicalista, ex-petista, ex-secretário e ex-croto iniciou uma greve de fome para que o governo municipal desvie o curso do paraíba do sul para a comunidade do carvão. Ele alega que essa é a única maneira de resolver o problema de abastecimento daquela longínqua e inóspita região...

Mais informações durante a semana em a TrolHa...

Xacal. Editor e cafetão-chefe da TrOlHa

A TRolHA disse...

Extra!Extra!Extra!

O plantão da TrOLha recebeu em seu moderno aparelho de telex o último informe do protesto do pastor Ano(r)mal...Antes de ser internado aos cuidados do famosíssimo neurótico neurastênico e neurocirurgião Dr Jekhyl Makhoul and Mr Hyde Moussalen o pastor divulgou sua lista de exigências:

1-30% de comissão em qualquer coisa que envolva dinheiro;
2-Um partido novinho para poder alugar;
3-Um sindicato-aparelho para uso diário;
4-diárias, enquanto durar a greve de fome;
5-camarim, quer dizer gabinete com toalhas brancas, rosas, e um retrato autografado de Ilsansan, a ex-primadonna.

A TRoLHA disse...

!extra!extra!Extraa!

O jornal a TrolHA direto da comunidade do Carvão informa: Os empreiteiros, prestadores de serviço, concessionários, etc,etc, divulgaram uma nota oficial, que vai ser lida pelos solidários Bruno e Marrone, pela recuperação e apoio ao pastor Ano(r)mal em sua cruzada cívica pelo agreste carvoense...

O pastor continua aos cuidados de seu médico pessoal, dr Jekhyl Makhoul, e seu quadro é estável.

A nota triste é que um famoso nosocômio municipal privado se negou a atender ao bom pastor, sem antes um cheque de caução, de acordo com os diretores daquele famoso hospital: chega de calote!

Por isso o bom pastor foi transferido de lotada para o HFM

A TRolHA