sábado, dezembro 22, 2007

O entorno do porto do Açu

Apesar de ter gente que diz que a região do Açu é pobre em termos de recursos naturais e diversidade, além das lagoas há diversidade ambiental. Vamos ver a repercussão que os impactos do complexo portuário do grupo empresarial MMX trará para toda aquela região.

A movimentação de terras e gente vinda dos mais diferentes pontos do país nesta fase de implantação do terminal portuário já está modificando jeito, costumes e o espaço territorial na região do quinto distrito sanjoanense, nos limites com a Baixada Campista.

Num espaço que vai do Cajueiro junto à BR-356 que liga Campos a São João da Barra a até a RJ-216, a antiga Estrada do Açúcar, rodovia que liga o Farol a Campos será significativamente alterado dentro de pouquíssimo tempo. Acompanhemos!










2 comentários:

Xacal disse...

Meu caro e paciente Roberto,

Belíssimas imagens...Infelizmente, nessa planície progresso não rima com preservação e sustentabilidade...para ser sincero, nem deveria ter nome de progresso...

La "famgilia" Xacal não acredita em Natal, pois como todos sabem somos ateus (e à toas).

No entanto, como o simbolismo do Natal e a irritante figura daquele gordo capitalista vestido de vermelho sufoca as minorias...vá lá...Boas Festas...muito peru para todo mundo...

São os votos da Famiglia Xacal e A TROlhA editores associados: Morgana, Kbrunco, Lamparão, Joana D´Arc, Mônica Meloso, CLÔ Hernandez, Insp. Closeau, Mariel Mariscot, Sivuca, Dr Jekhyl and Mr Hyde, Jack, o estripador, Don Torquemada.

Vitor Longo Braz disse...

A música, de forma profética, já dizia: "O homem chega e desfaz a natureza, diz que dia menos dia, o sertão vai virar mar, lá no coração. Tenho medo que algum dia o mar também virá sertão".

Pobres dos meus filhos e dos filhos dos meus filhos.

Vitor Longo Braz