sexta-feira, fevereiro 12, 2016

Trading de recursos minerais negocia Sistema Minas-Rio da Anglo American no Brasil

As tradings que controlam o comércio de recursos minerais no mundo estão de olho nos ativos que a britânica Anglo American está vendendo no Brasil, incluindo a mina de minério de ferro, em Conceição de Mato Dentro e o Sistema Minas-Rio, com mineroduto até a unidade de filtragem e exportação no Porto do Açu.

Hoje, as tradings que lideram o setor é a Glencore, Xstrada, Trafigura. Esta última, com sede na suíça, hoje controla o Porto Sudeste, projeto do Eike Batista, construído na Baía de Sepetiba em Itaguaí.

Executivos destas empresa têm montado outras tradings com o mesmo objetivo. É possível perceber que aos poucos, as tradings ligadas aos bancos e fundos financeiros, hoje, lucram bem mais que as próprias mineradoras.
Unidade de filtragem e exportação do Sistema Minas-Rio no Porto do Açu

Aos poucos estes fundos passaram a controlar os sistemas portuários e assim o fluxo mundial e a logística de circulação destas commodities minerais pelo mundo.

Assim, algumas tradings estão surgindo a partir da divisão de outras a partir do poder econômicos ampliado destas empresas especializadas no comércio mundial de commodities.

Este é o caso da X2 que nasceu de um ex-presidente da Xstrada e está negociando o Sistema Minas-Rio via, dois grandes bancos americanos, Goldman Sachs e Morgan Stanley que acompanham os movimentos bolsistas das empresas de produção e comercialização de commodities.

Mesmo que os ativos de nióbio e manganês da Anglo American estejam previstas de serem vendidas para a mineradora anglo australiana, BHP- Billiton, que é sócio da Vale na Samarco, a possibilidade de uma trading, ligada a fundos financeiros assuma o projeto Minas-Rio, reforça a interpretação de que cada vez mais, os projetos que se originaram com o empresário Batista, vão passando para as mãos destas tradings controladas por fundos financeiros.

2 comentários:

Pedro Fernando Muruav disse...

Glencore e Xstrata são a mesma empresa, e não sao tradings. A Glencore é uma das maiores mineradoras do mundo. No mais, ótimo blog, aprecio muito o conteudo. Abraços!

Roberto Moraes disse...

Obrigado Pedro pelo comentário.

Você está correto a Glencore é uma mineradora, assim como a Vale, Rio Tinto, BHP Billinton, Anglo American, etc. Poso estar enganada, mas antes da fusão ou aquisição a Xstrada era trading do setor. Se conhece o ramo e puder ajudar nestas informações na relação entre mineradoras/petroleiras com as tradings seria interessante.

Sds.