quinta-feira, março 15, 2012

A ponte de SJB e SFI será parte do “Arco Rodoviário do Norte Fluminense”

O projeto da rodovia, antes chamada de Translitorânea e agora batizada pelo governo estadual de Arco Rodoviário do Norte Fluminense, tem cerca de 200 quilômetros. Ele poderá ser bancado pelo DER (Departamento de Estrada de Rodagem) com recursos do empréstimo de R$ 3,6 bilhões que o governo estadual obteve junto ao Banco do Brasil, para financiamento de projetos de infraestrutura ou, a outra alternativa que está sendo estudada é da viabilização de uma PPP (Parceria Público Privada) em que o governo estadual entraria com a construção da ponte SJB-SFI e o grupo privado com o restante da obra. As informações do blog são de que esta decisão ainda não está tomada.

Sobre a ponte SJB-SFI a decisão já existe e se sabe que os recursos para a sua construção virão de um empréstimo junto ao BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento).

Sua localização se dará na BR-356, na reta de Barcelos, a 500 metros da RJ-196 que liga Pipeiras-Palacete a Barra do Furado, Quissamã. Do lado de SFI a rodovia se estenderá até à divisa com o Espírito Santo, conforme mapa abaixo, que mostra o antigo projeto, ainda chamado de rodovia Translitorânea.

O tempo estimado de construção para a nova ponte, que terá 1200 metros de comprimento, pode variar entre 12 a 18 meses, conforme o andamento das licenças ambientais. Ao contrário do que vem sendo afirmado a construção não se iniciou, apenas os levantamentos para a elaboração do projeto da nova ponte e do novo traçado dos seus acessos. A expectativa real é que as obras da ponte consigam ser uniciadas, ainda no segundo semestre deste ano.

Os detalhes do projeto e o seu formato institucional serão explanados pelo governador Sérgio Cabral, quando de sua viagem a SFI, no próximo dia 3 de abril, quando também fará o lançamento do Programa Renda Jovem da Secretaria de Estado de Assistência Social.

É providencial que antes disto os gestores locais de nossa região se articulem e busquem avançar no sentido de garantir o financiamento público do projeto, agora chamado Arco Rodoviário do Norte Fluminense, que fará a integração entre a microrregião de Macaé à Campos, SJB e SFI, como alternativa à BR-101.

A existência de uma PPP levará à cobrança de pedágios por rodovias que são de domínio estadual e, apenas precisam ser ampliadas e melhoradas para dar conta do aumento de fluxo previsto com os investimentos projetados para a nossa região.

PS.: Clique sobre a imagem para ver em tamanho maior.

8 comentários:

Anônimo disse...

A outra ponte que so tem os pilares denominada "joao figueiredo" fica para a eternidade como um belo monumento de DESPERDICIO DO DINHEIRO PUBLICO

Anônimo disse...

Ou seja, não fizeram antes no lacal onde já existem os pilares, e agora, à serviço de um Midas, mudam tudo e NÓS AINDA POR CIMA PAGAREMOS PEDÁGIO?
Merecemos.

Anônimo disse...

Essa RJ 196 existe? Todo ano eleitoral eles anunciam essa ponte, na eleição passada para governador a mesma coisa, fiquei sabendo que não vão usarem os pilares da JF que estão lá a 40 anos? Acho que só sai se um certo empresário quiser e for do interesse dele, um cara ai que manda no Estado do RJ.

Anônimo disse...

Essa estrada de Dores de Macabu está acabada.. Boa notícia, o caminho CamposxMacaé por essa via é bem mais rápido do que pela BR 101,imagina quando estiver com asfalto bom e todo o trecho asfaltado..

Anônimo disse...

Se essa nova ponte for construida nesse local, ela ligará S. João da da Barra a Campos. Já q do outro lado do paraíba ela sairá em solo campista.
Professor, e o corredor logístico q ninguém fala mais nada?

Juliana Rangel disse...

Gotaria de saber professor, se tem alguma novidade sobre o início da construção dessa nova ponte SJB x SFI.

Juliana Rangel disse...

Professor, há alguma novidade ou notícia sobre o início da construçãoda nova ponte SJB - SFI?

Roberto Moraes disse...

OLá Juliana,

Sei que estão concluindo o projeto, porque a parte que corta Campos-SJB há problemas, inclusive na parte do entrocamento com o futuro Corredor Logístico que ligará o Açu até Campos.

Sei que o dinheiro já teria sido obtido. Há interesse do grupo EBX.

Sabendo de algo pretendo postar no blog. Se possuir alguma outra informação, por favor, repasse.

Sds.