quarta-feira, novembro 20, 2013

Bondes e trens na história de Campos

Ontem eu recebi o link deste site (apresentação) que mostra uma parte da história do uso de trens e bondes no município de Campos através do Cesar Barreto. Hoje, eu vi também a recomendação do mesmo no perfil do FB professor Aristides Soffiati. Seu autor é Allen Morrison.

É bastante interessante e mostra como se instituiu o que chamam de progresso em nossa Planície Goitacá. A observação dos passos das pessoas e do caminhar de uma cidade é melhor analisada quando nos distanciamos no tempo, analisando ciclos longos para compreender como esta aldeia caminhou nestes últimos 120 anos. Por tudo isto e muito mais vale sua conferida. Clique aqui. Abaixo dois aperitivos do que você poderá saborear:






















































PS.: Atualizado às 18:10: se desejar saber e ver imagens sobre trens em bondes em outras cidades da América Latina clique aqui.

2 comentários:

Julio Cesar Nogueira Frasson disse...

Prezado Roberto;
As imagens dos bondes são testemunho de sustentabilidade, palavra tão em moda. Após décadas a cidade do Rio resgata o que a Europa nunca descartou. Todas as cidades deveriam resgata-los.
Até os sete anos andei de bonde onde moro, Vila Velha ES.
Tive que acompanhar o desmonte criminoso e lento para que a população não reagisse, era ditadura. Hoje sofremos a ditadura criminosa do automóvel. Por não andar sobre trilhos, assassina e dizima milhares de famílias em choques frontais.


Julio Cesar Nogueira Frasson disse...

Prezado Roberto;
As imagens dos bondes são testemunho de sustentabilidade, palavra tão em moda. Após décadas a cidade do Rio resgata o que a Europa nunca descartou. Todas as cidades deveriam resgata-los.
Até os sete anos andei de bonde onde moro, Vila Velha ES.
Tive que acompanhar o desmonte criminoso e lento para que a população não reagisse, era ditadura. Hoje sofremos a ditadura criminosa do automóvel. Por não andar sobre trilhos, assassina e dizima milhares de famílias em choques frontais.