sábado, outubro 20, 2012

Adeus long-neck?

Ainda aproveitando assuntos mais amenos, mais próprios de um final de semana, o blog fala sobre cerveja. Talvez, seja a influência do "Oi, oi, oi", onde todos apreciavam cervejas no formato long-neck, tal como nos filmes americanos.

Pois bem, apesar deste merchandising, parece que o formato, está sumindo das prateleiras, ou subiram de preço, que antes regulava com as latinhas.

É certo que aquelas marcas mais sofisticadas e caras estão por lá, a preços bem acima dos demais, já, as marcas tradicionais, ou não encontramos, esta embalagem de 350 ml, ou está a preços muito acima da lata.

Parece haver alguma estratégia para isto. Talvez, seja o preço dos vidros, já que elas, embora, possam ser recicláveis, não são recolhidas como as garrafas tradicionais das cervejas com seus engradados, que sumiram e, parece que estão voltando, não apenas nos bares e restaurantes.

Para quem mora em apartamento, a latinha e as long-neck são mais práticas, com a diferença, de que o conteúdo da segunda, independente da marca e de levar um pouco mais de tempo para gelar, são melhores.

Não me peça para explicar, os detalhes. Gastronomia (comidas e bebidas) é melhor ser apreciada que explicada. Tin-tin! Ou, tan-tan! Para vidro ou em lata!

Continuemos o final de semana light!

2 comentários:

Anônimo disse...

Caro Roberto

Por coincidência comprei há pouco no Super Bom do Shopping, a excelente Budweiser LONG NECK por R$ 2,09.

Abraços,

Eduardo Esteves

Marcos Valerio disse...

Tam tam, a lata tem o sabor que mais aprecio!